Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEIMOSIA DO CORAÇÃO
Guida Linhares

Difícil entender o coração,
quando estamos no encantamento,
não ouvimos a vóz da razão,
e mais tarde apenas lamentos...

Dos sonhos desmoronados,
um a um ao sabor dos ventos,
restam sentimentos destroçados,
que serviram de alimento...

A devaneios e fantasias,
saboreadas em mil pedaços,
como se fossem sincronias,
a dançar no alegre espaço.

Quando se desvela a verdade,
dói na alma a amargura,
de sentir que a felicidade,
estava bem além, nas alturas.

E ela deixamos passar,
sequer lhe demos guarida,
na cegueira a nos vendar
os olhos da alma enternecida.

Mas eis que ao longe se divisa,
mágico arco-íris após o temporal,
na esperança que muito suaviza,
a teimosia do coração eternal.

Santos, SP
30/10/06

&&&&&

TEIMOSO CORAÇÃO
Eugénio de Sá

Vá lá a gente explicar-se
ao tonto do coração
que entre sonhos de paixão
passa a vida a emocionar-se

Vá lá a gente dizer-lhe
que no meio dos desvarios
brotam fluxos d'outros rios
que podem mais aprazer-lhe

Vá lá a gente convencê-lo
que em vez de estéreis desmandos
há venturas e quejandos
que podem enternecê-lo

Vá lá a gente contar-lhe
que partilhar afeição
É a maior compensação
que podemos entregar-lhe

Vá lá a gente aquecê-lo
se quando treme de dor
prefere o frio desamor
ao calor de um são desvelo

&&&&&

AH POBRE CORAÇÃO
Iracema Zanetti

Será que o coração entende
O que a ele quer-se explicar?
Ah, pobre coração... Frágil e singelo,
Sutil sonhador, faz do amor sua quimera!

Talvez ele não entenda que em seus desatinos
Fecha a porta por dentro, e de amor chora...
Deixando que a vida passe...
Sem olhar quem ficou fora...!

Coração teimoso quando ama,
Com nada mais se importa,
Além do ser que tocou com magia...
Sua essência e sua alma...!

Coração apaixonado
Não pensa em ser gratificado
Nem divide com ninguém
Seu amor abençoado!

Coração maneiro é como chama
Que não se apaga...
Confia no amor verdadeiro...
Não vê outro à sua frente...
Nem lhe troca por nada!

<< 30/10/06 >>

&&&&&
Guida Linhares, Eugénio de Sá e Iracema Zanetti;
Enviado por Guida Linhares em 31/10/2006
Reeditado em 19/07/2016
Código do texto: T278284
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares; Eugénio de Sá; Iracema Zanetti; www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:32)
Guida Linhares

Site do Escritor