Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce Preguiça & Bucólica Preguiça

BUCÓLICA PREGUIÇA

Juan Martín
Espanha

Deitado na relva macia,
debaixo das árvores frondosas,
ouço o rumor do ar
a cantar na folhagem.

Sinto um prazer imenso...

Lábios da aragem
a beijar o meu corpo cansado.

Sinto um amor imenso...

Zunem as cigarras,
cantam os pássaros.
E não preciso de mais nada...

Meu Deus, que vontade de dormir...
Que vontade de não fazer mais nada,
que vontade de não pensar mais em nada,
de não escrever mais nada.

Meu Deus, que bucólica preguiça!
 
DOCE PREGUIÇA!
Guida Linhares
Santos/SP/Brasil
 
Quando ela chega,
tem poder de sedução!
Te envolve docemente,
aquieta o coração!
 
Debaixo das árvores, a rede
te chama amorosamente,
aplacas assim tua sede,
no embalar-se vagarosamente!
 
Nada faz mais sentido,
apenas o "dolce far niente!
te faz soltar um gemido,
de sabor inconsequente.
 
Fechas os olhos e navegas,
entre nuvens de algodão,
deliciosamente te entregas
à doce preguiça, porque não?
 
***

06/11/06

***
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 06/11/2006
Reeditado em 07/11/2006
Código do texto: T284121
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:52)
Guida Linhares

Site do Escritor