Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos da Manhã & Olhos da Noite

 

OLHOS DA MANHÃ

 

Suavemente surge o amanhecer,

afastando as trevas da noite escura,

num convite do sol à vida venturosa.

 

Nuvens alvas e macias,

secam as lágrimas da amargura,

despejando no cólo pétalas de rosas.

 

Os olhos da manhã prenunciam,

alvíssaras a todas as criaturas,

do materializar de sonhos, sequiosas.

 

Que do eterno pálio do nada,

com suas tristezas e agruras,

transcendam ao tudo, da jornada gloriosa!

 

(Guida Linhares)


       &

OLHOS DA NOITE

 
Pelo negro firmamento,

debruçadas,

surgem frias as estrelas.

 

Cinzas cadentes,

lágrimas de luz

no espaço inacabado.

 

Óh olhos da noite infinda

que cintilam pela estrada,

no imenso manto das trevas,

no eterno pálio do nada...

 

(J. Martín)



 

 

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 12/11/2006
Reeditado em 14/11/2006
Código do texto: T288993
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:54)
Guida Linhares

Site do Escritor