Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossas almas
 
Eu fui feita somente  para amar
Amar aqui, amar acolá e no mar
Sou alma solta que vive a vagar.
 
Deste amor que quer doar.
Eu sempre estou a esperar.
Minha alma esta sempre a vagar
E tua alma a procurar,
 
Não gosto de ser presa,  sou do ar
Sou uma ave que vive a cantar
Canto, e,meu canto é  alegre, não vivo a chorar.
 
Dou lhe a liberdade. Libertarei o ar.
És a ave que a transformo em flor.
No seu cantar, na sua alegria, eu a farei sorrir
 
O meu dilema é amar, amar, mas sempre a voar
Aquele que  ganhar  e conquistar
O meu amor terá que se contentar
Ao meu lado ficar  somente para  me amar.
 
Há em vez de dilemas e a liberdade de se ir.
Conquistar faz parte dos corações e almas felizes
Contentamentos existiram na tua paz a meu lado.
Onde sempre permanecerei.
 
 
Sou ave solta, não  aceito ficar
Presa em uma gaiola triste a chorar
Minha alma é livre assim como meus pensamentos
Amo aqui  e acolá, sou livre só para amar
 
Eu não a prenderei minha ave inquieta.
Estarás presa nos meus sentimentos
Na minha alma  que não é mais carente.
Pensamentos se elevam.  Juntos eleva o amor
E a paixão.
 
Elio Candido e  Sol pereira
 
 
sol pereira
Enviado por sol pereira em 28/11/2007
Código do texto: T755921

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sol pereira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
2039 textos (143402 leituras)
4 áudios (614 audições)
30 e-livros (3805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 00:08)
sol pereira