Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dor do poeta

Angélica T. Almstadter

Quando o homem da paz jejuava...o mundo tremia, tanto ele jejuou..e morreu no campo de batalha...em paz...
Quando o homem da guerra, gritava aos teus asseclas...o mundo tremia...desapareceu em silêncio, o homem da guerra...
Quando o poeta canta tuas dores...a platéia se cala, as dores do poeta doem na alma dos que o lêem... pobre e desgraçado poeta... versejador lírico...esteta da beleza... manipulador das palavras, confrangido de dor, se encolhe dentro do teu mundo; bebe na taça do desamor, da angústia; o mundo, não o vê...
Cante poeta, a beleza da natureza, o encanto dos ventos apressados, o perfume da brisa...cante poeta, os amores dos deuses...sem Romeus e sem Julietas...cante alto teu amor à Pátria, explode tua veia em cânticos e louvores de alegrias...em conquistas...Cante teus delírios, teus desejos, alimenta teu imaginário...
Bote pra fora poeta, tua alma generosa para com os enamorados confidentes...para com os amores carentes...
Cante poeta, teu erotismo sem pudores...exibe tua libido para o deleite dos teus amores dos teus feitores...se busca o aplauso, poeta,...tranca teu peito na ilusão do mundo e joga no compasso dessa dança lúdica...
Mas chores no tablado frio, poeta...se é teu coração, o teu senhor e amo...sangre as tuas dores sem medo das vozes mudas, dos cochichos e sussurros...
Rasgue teu peito sem medo dos olhares mórbidos...aceite as tempestades para lavar a alma prenhe de paixão...grite até enlouquecer os teus ouvidos e cauterizar as chagas...
Não há limites para ti, poeta, és uno e solitário...nas alegrias...nas utopias e nas dores...
Pobre poeta...teus sonhos te acusam...a vida te amaldiçoa...és poeta...só os céus te abençoam...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 25/04/2005
Código do texto: T12898

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:12)
Angélica Teresa Almstadter