Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a emoção

'a matéria dos sonhos'

A emoção não se inventa, vive-se. Mas, como tudo que se vive, cria-se… é: 'a matéria dos sonhos'.

Os poetas, desde sempre, são seres que correm algum risco: trabalham a matéria dos sonhos.

Geralmente as pessoas, o Homem, descobre-se poeta quando se apaixona. Eu apaixonei-me pela vida, muito cedo. Depois cresci, sem nunca me viciar nas emoções, mas sem nunca conseguir deixar das ter.

Trabalhar as emoções, sentir a necessidade de criar/sonhar activa_mente: não é "produzir" a matéria dos sonhos, é trabalhar essa matéria mais delicada que qualquer delicado explosivo instável. É procurar a estabilidade do composto, é tão sério como construir bombas: 'embalar a emoção'...

Saber que as bombas são perigosas nunca evitou a sua construção, com a desculpa da defesa ou do ataque. A sobrevivência das ideias, todas as construções mentais, continua a ser a mesma questão, − que estão…, estão aqui todas as coisas… as  fontes da linguagem, das imagens de todas as coisas… − é composta/composto da vida: a matéria dos sonhos.

{Hoje decidi ensaiar-me a escrever sobre um tema sempre presente na poesia: a emoção. Muito mais que a Poesia, é a poesia a fonte da minha atracção pelo que verdadeiramente importa na Poesia, conhecer e transmitir a matéria dos sonhos: a emoção.
Hesitei no nome a dar, acabei por optar mencionar o "fundo da questão"?...}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 04/04/2006
Reeditado em 04/04/2006
Código do texto: T133575
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310491 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:16)
Francisco Coimbra