Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALCÃO , MORCEGO E ZANGÃO

   Qual é tênue linha que divide teimosia e persistência ? Até onde vai o que se convencionou denominar de persistência e teimosia?
   Na realidade podemos considerar persistência e teimosia termos sinônimos, mas, talvez, com aplicações um pouco distintas.
   Na prática , contudo, muitos acreditam que a linha que separa um de outro é apenas o resultado , se sucesso, emprega-se a nobreza da perseverança e da firmeza; se fracasso, nada mais apropriado do que a intransigência e birra da teimosia. Ao meu ver no dia a dia , teimosia e persistência se confundem aos olhos de terceiros , como atualmente vivemos em um mundo de resultados á curto prazo , a teimosia é mais vista , mesmo por que é confundida com inflexibilidade , já que poucas são as pessoas com capacidade e disposição para dialogar e ouvir o próximo sem julga-lo , na correria diária o mais comum é vermos a insistência de defesa de uma opinião diferente da nossa como pura teimosia.
   Se nos  aprofundarmos no assunto perceberemos que essa é uma visão muito simplista da questão , na minha opinião , fundamental para o sucesso.
   Partindo do pressuposto que somos seres humanos e por isso não possuímos bem desenvolvida a humildade de admitirmos que somos passiveis de erro , julgamos na maioria das vezes que nossa idéia ou opinião seja a certa logo por pura lógica a do outro está  errada , neste primeiro exemplo já podemos enxergar uma das linhas que divide ambas características , se voce defender e insistir em implementar sua idéia ou opinião será persistência , se o outro o fizer será teimosia  , enfim é uma mera questão de ponto de vista , aos olhos dos outros voce sempre aparenta teimosia , aos seus , persistência.  Mas claro que a discussão não se resume apenas a esta visão irônica , apesar de ser a mais vista e sentida no nosso dia a dia .
    Se observarmos perceberemos que a diferença está  na atitude , primeiramente por que para se  chegar ao sucesso passamos muitas vezes pelo fracasso Soichiro Honda , fundador da Honda ,   dizia que "O sucesso é construído de 99 por cento de fracasso" . O teimoso insiste em tentar sempre utilizando o mesmo caminho , técnica , equipe e idéias , isto é “forçando a barra” , insiste em manter a mesma estratégia , as mesmas formulas , percebemos isso claramente nas crianças quando querem alguma coisa , já por outro lado o persistente avalia cada fracasso e realinha a estratégia , na sua cabeça existem diversas maneiras de alcançar seus objetivos , por isso o persistente antes de tudo tem de ser criativo para encontrar outros caminhos que o levem ao seu destino , sua atitude não é de derrota mas de aprendizado , cada fase ou erro fazem parte da construção de uma nova estratégia , fazem parte da rota de conhecimento para realização de seu objetivo ou meta.
   Podemos dizer que o persistente é um teimoso inteligente , pois aprendeu a pensar , e com o tempo provavelmente será bem sucedido , já o teimoso é apenas um persistente que desistiu.


"Se você não pode mudar seu destino, mude sua atitude!"  Amy Tan


FALCÃO , MORCEGO E ZANGÃO


  Se você colocar um falcão num cercado de um m2, e inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de suas habilidades de vôo, será um prisioneiro. A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e pelo resto de sua vida permanecerá prisioneiro nesta cela sem tela.

  O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado num piso completamente plano, tudo que ele conseguirá fazer será andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar.

  Um zangão, se cair em um pote aberto, ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto, por isso, persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente, de tanto se atirar contra o fundo do vidro.

Existem pessoas que se comportam igual ao falcão, ao morcego ou ao zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está a seu lado ou logo acima.





Roberto Recinella
Enviado por Roberto Recinella em 25/04/2006
Código do texto: T145126

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Roberto Recinella - www.projetosolemio.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Recinella
Campo Mourão - Paraná - Brasil, 50 anos
43 textos (8898 leituras)
5 áudios (1895 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:49)
Roberto Recinella