Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pessimismo inerente ao ser humano

Quantas vezes acordamos de manhã e não temos vontade de levantar ? Quantas vezes nos olhamos no espelho e temos vontade de chorar ? Quantas vezes sentimos que estamos sozinhos num mundo tão grande mesmo estando cercados de pessoas ao nosso redor ?

O ser humano tende a reclamar da vida quando ela está boa, a dar grande importância a pequenas discussões, a esquecer rapidamente os belos momentos que teve ao lado de alguém, a procurar um motivo para se colocar no lugar de vítima, a minimizar as vitórias alheias, a falar mal da vida dos outros... Temos uma tendência pessimista por natureza, mas por que será que somos assim ?

Porque não podemos simplesmente agradecer pelo sol que nos ilumina a cada dia, pelos pássaros que cantam em nossa janela de manhã, pelas ondas do mar que quebram na branca areia, pela brisa leve do fim da tarde, pela chuva fina que esfria o dia, pelo sorriso de uma criança que nada entende da vida ?

Gostaria de entender porque nos preocupamos tanto com nossa rotina e esquecemos de ver o que a natureza nos mostra. Perdemos tanto tempo em brigas sem sentido, em lutas sem motivo e não percebemos que a vida passa sem aproveitarmos nada. Talvez, algum dia, eu possa responder tais indagações ou, quem sabe, o homem possa perceber que não aproveita o que a vida tem de mais belo a nos oferecer.
Beatriz Martorelli
Enviado por Beatriz Martorelli em 15/05/2006
Reeditado em 15/05/2006
Código do texto: T156792
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beatriz Martorelli
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
7 textos (2113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:51)
Beatriz Martorelli