Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIM tem um nome perfeitamente simétrico, quando inteiramente maiúsculo. Mim é feminina, se for menina; se for para uma menina, pode ser menino. Mim é cada um e todos, uma musa da tusa ou boa para a tosse, é tudo...
Sobre o que seja ou possa ser, surpreendi este diálogo, nada acrescento, dando-lhe um título que tem: PODERES DE POETA.

con_versar
(onde R fala de Assim e de si)

O Assim é feito de certezas que não têm de ser coisa nenhuma, pois se bastam. Ao mesmo tempo, pode ser definido pela definição e pela indefinição, pelo mesmo motivo: só a emoção permite traçar o seu perfil. Fala de si mesmo como se fosse um outro, consegue sem dificuldade fazer o que acha difícil: desperta(r) para o sonho.
Eu sou mais radical, desperto o sonho!

(con_vertido em versos:)

Mim,

Entre Céu e Terra
Num abandono, a tua cabeça repousa, sobre o meu peito.

Onde poderia ver versos, escrevo, lentamente...
Horizontalmente, entro no poema até ao horizonte,
onde um verso ocupa uma linha, desenhando a separação
entre o Céu e a Terra.

Neste exacto momento sei que o Céu existe e é a Poesia!
R


PODERES DO POETA
Para: R - podeRes...

Para que possas rir e ser feliz
desse modo, rindo, se te apetecer
Sempre pus a hipótese de seres
tu uma outra pessoa, ainda hoje
continuo sem saber quem és...
Mas não está em causa eu saber
quem sejas, pois sempre serás
quem quiseres, souberes, poderes

(o meu poder é este... in_finito!
versar em verso o diverso verso
fecundaR a Real_idade s/ Reis!)
F

{Ensaio como ensaio, ensaiando a ideia já expressa, talvez depressa mas sem pressa... Procurei mas não encontro, mas... apetece-me chamar a atenção para... há um ano atrás: passando…

PASSANDO

Passei, sabendo que passar
é como um regresso?
É e não é, é como...
estes versos que desafiam
a própria poesia!

(beijos, hei-de agradecer comentários, visitar amigos e escritores/as; deixo para o Futuro que o Passado lá chegue e se faça Presente, ainda vai demorar...)
Francisco Coimbra
Publicado no Recanto das Letras em 14/07/2005
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/34144
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 14/07/2006
Código do texto: T193796
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310487 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:17)
Francisco Coimbra