Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SILÊNCIO ALHEIO

Hoje escrevo disciplinado e lento
São meus delírios de um bosque encantado
Que à luz de velas é melhor amar
E onde os mistérios que sorrindo ao vento
Mostram-se como um luar, e passeiam...
Tu que da graça inflama os afazeres
De cujos olhos se refletem os dias
Namora como a gente grande fala
E em perfeição de corpo e alma a sós
A vela encontra, a mariposa seja!

Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 22/07/2006
Código do texto: T199654
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
909 textos (30688 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:04)
Miguel Eduardo Gonçalves