CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Dramatização Natal

DRAMATIZAÇÃO: A LENDA DO PAPAI NOEL
MÚSICA: Natalina
CENÁRIO: Casa com decorações de Natal
PERSONAGENS: NARRADOR:
                               MÃE:
                               MENINA:
                               ESTRELINHA:
                               ANJINHOS:
                               PAPAI NOEL:
                                                   
ENREDO DA ESTÓRIA:
NARRADOR: Era uma vez um velhinho bondoso e solitário que morava numa casinha bem distante da cidade, seu nome era Noel e sempre usava um casaco e uma touca vermelha, pois além das montanhas era muito frio e ele não queria pegar um resfriado; As montanhas eram tão geladas que Noel quase não saia de casa, mas um belo dia decidiu ir até a cidade para fazer comprar de Natal e então escutou uma conversa entre uma menina e sua mãe.
MENINA: Mamãe, você sabe que dia é hoje?
MÃE: Sei sim minha filha, hoje é véspera de Natal!
MENINA: Na escola, todos os meus amigos vão ganhar presentes e eu queria ganhar um...
MÃE: Filha, você sabe muito bem que não tenho dinheiro para comprar.
MENINA: Mas mãe, eu queria só um...
MÃE: Já disse que não! Além do mais está muito tarde vamos embora.
NARRADOR: E a menina desapontada e triste começou a chorar (choro da menina).
Ao chegar à casa a mãe tratou logo de ninar a pequena e então uma estória resolveu contar...
MÃE: Quando era criança minha mãe sempre dizia que lá no céu havia muitos anjinhos que cuidavam de nós, mamãe também nunca tinha dinheiro para comprar presentes assim, sem mais nem menos, mas lembro-me bem que todo Natal fazia um pedido para estrela mais linda e brilhante e...
MENINA: E ele se realizava?
MÃE: Não, mas mamãe dizia que o Natal era mágico e qualquer hora meu pedido podia se realizar. Mas vamos, trate logo de dormir e tenha bons sonhos.
NARRADOR: Ao ver a mãe sair a menina mais que depressa, correu em direção da janela, dobrou os joelhos e pôs-se a rezar..
MENINA: Minha estrelinha querida, leve meu pedido até o anjinho da guarda AMÉM.

NARRADOR: Quando a menina fechou os olhos, lá do céu a estrela mais linda brilhava intensamente e o velho Noel com os anjinhos da guarda colocaram sobre a janela da menina muitos presentes. (pausa)
Era Natal, o dia estava claro e a menina já acordara, não podia acreditar no que estava vendo, então saiu em disparada para contar a sua mãe.
MENINA: Mamãe, mamãe....
NARRADOR: A menina cheia de entusiasmo acordava a mãe que dormia um sono leve e tranquilo (ronco da mãe) quer dizer dormia igual uma porca.
MENINA: Mamãe, você não vai acreditar, vem logo...
NARRADOR: A mãe meio confusa quase não tinha palavras, mesmo assim atreveu-se a dizer:
MÃE: O verdadeiro Natal, minha filha, nasce dentro de nós, num lugar chamado coração e quando acreditamos os mais belos sonhos se tornam realidade.
NARRADOR: E as duas abraçaram-se e viveram felizes para sempre.
Ah! Quanto ao velho Noel desapareceu entre as montanhas, porém todo natal ele aparece com seu casaco e touca vermelha, trazendo consigo um saco de presentes e uma gargalhada contagiante.
PAPAI NOEL: Hou, hou, hou.....



               Adaptação da Lenda do surgimento do Papai Noel:
                                    Neide Cristina Pedrosa
Clara dos Anjos
Enviado por Clara dos Anjos em 07/01/2010
Código do texto: T2015871

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Clara dos Anjos
Matão - São Paulo - Brasil, 29 anos
20 textos (10649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/14 10:07)