Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diferenças

Se ouço teus passos arrastados...
congelo...não pisco...não penso... perco o senso...
Logo virão as palavras duras...os verbos e um rosário de tormentas...
Fecho os olhos e repenso minhas
dúvidas...
Há de ter um céu além dessas portas,
Há de ter canteiros e estradas floridas...não só de chuvas e dias cinzentos são os janeiros do ano inteiro...
Nos desvãos ...tão descuidados...
as fendas como feridas sangraram o chão...e nem toda a inundação, fez
arrastão das palavras....
Quero reaprender os caminhos...
recompor meus passos...sem atropelos...fiar meus zelos...criar
asas...
Tenho um buril como estandarte...
a palavra como abre alas...e onde
couber a minha arte...caberá o meu
inteiro coração...
Na fé que em mim se renova....marco
o centro dessa dura prova...se cair
eu me levanto, mil vezes e mais uma,
não importa quão difícil possa ser...
Pouco me importa ficar ou partir...
não tenho para onde ir...só quero o
silêncio das ausências...a ausência
das diferenças...o fim da fantasia...
preciso de sabedoria... plena de paz...
As diferenças são sadias, quando
entendemos, que o nosso direito termina onde começa o do próximo.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 31/05/2005
Código do texto: T20973

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55636 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:19)
Angélica Teresa Almstadter