Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pirronismo (Ceticismo), Ensaio Filosófico

PIRRONISMO (CETICISMO) – doutrina fundada pelo filosofo Pirro de Élida (365/275 a.C. Élida, Grécia) considerado o verdadeiro fundador do “Ceticismo”. Seu ideário é totalmente voltado para o lado prático, material, cotidiano da vida e pode ser resumido da seguinte maneira:

1.não se deve ter, nem emitir, qualquer julgamento (ou juízo) sobre  Coisa alguma. Nada se deve afirmar ou negar sobre quaisquer fatos, Seres, ou objetos, pois o Intelecto Humano é limitado e incapaz de chegar à Verdade sobre qualquer coisa. Essa proposição foi encampada pelos Sofistas (c.470 a.C.) que a batizaram de “Duvida Universal”.

2.Tudo aquilo que o Homem julga como “Verdade” não passa de simples convenção ou acordo, ou apenas hábito. Séculos depois, o filósofo empirista HUME (1711/1776, Escócia) retomou essa tese quando desacreditou em seu “Ceticismo Moderno” da própria Lei da Causalidade (Causa e Efeito), que para ele não podia ser considerada Verdadeira e/ou Válida posto que nada garante que o mesmo “Efeito” de uma “Causa (ou motivo)” ocorra, como já ocorreu. O que se tem é o mero hábito de observar que um Efeito acontece por uma Causa, mas nada assegura que tal se repetirá; por exemplo: durante uma vida de cem anos um Homem vê que a chuva vem depois do relâmpago, mas nada assegura que no dia seguinte ao de sua morte uma chuva aconteça depois de um relâmpago, porém para aquele Homem todo relâmpago precedia uma chuva; e isso acontece em razão do Ser Humano acreditar que "Sempre", "Eterno" é do tamanho de sua vida. Por isso Hume afirmava que: “convêm que substituamos toda certeza pela probabilidade”.

3.Deve-se sempre distinguir (ou diferenciar) os Fenômenos (aquilo que é perceptível através dos Sentidos: tato, visão, audição, paladar, olfato) e as “Causas Incognoscíveis”; isto é, os “motivos” que fazem algo (os fenômenos) acontecer, dos quais nada se sabe sobre tais “Motivos”, pois estão além da capacidade intelectual do Homem. Tome-se o seguinte exemplo: sinto o sabor de uma fruta, mas não consigo compreender o porquê  de ter essa sensação; qual é o relacionamento que existe entre a natureza (o que é, as característica daquela fruta) e a Sensação que meu paladar capta. Deve, pois, o Homem contentar-se em compreender todo possível sobre aquela fruta, mas esquecer o porquê gosto da mesma e o porquê dela existir.

4.Tendo, portanto, o Ser Humano conseguido focalizar seus esforços apenas naquilo que pode compreender e se abstendo de ter e de emitir julgamentos é certo que chegará ao estado de completa Indiferença (ou Ataraxia, em grego; ou Nirvana, no original hindu) em que nada mais o afetará, seja bom ou ruim. Alcançará a “Paz de Espirito”, que para Pirro é a “verdadeira felicidade”.

O Pirronismo, como se viu, é um Doutrina fortemente influenciada pelo Pensamento Hindu e alguns eruditos o classificam apenas como uma Adaptação daquele e não um Sistema Filosófico na literalidade do termo. Contudo, o Pirronismo chegou à Modernidade através do Ceticismo de Hume; e as suas propostas de: buscar a “paz interior (ataraxia), a partir da recusa de emitir, e mesmo de possuir, qualquer juízo ou julgamento (époche) e pela aceitação da incapacidade intelectual de compreender as Essências e as Certezas encontraram eco em nossos dias cuja alienação mental privilegia apenas as Sensações em detrimento da Racionalidade.
Lettre la art et la culture Fabio Renato Villela
Enviado por Lettre la art et la culture Fabio Renato Villela em 02/05/2010
Reeditado em 03/05/2010
Código do texto: T2233233
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Lettre la art et la culture Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 57 anos
1483 textos (220953 leituras)
4 e-livros (2717 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/14 11:22)
Lettre la art et la culture  Fabio Renato Villela

Site do Escritor



Rádio Poética