Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo parece tão igual

Ouço teus passos leves e lentos se aproximando...deixo os meus olhos pousados na espera da tua passagem breve...sinto a brisa  lamber meu rosto banhado de meios sorrisos...
Ao som das cantatas atravesso minutos e segundos que me separam do
encantamento produzido nas horas em que passeias nas minhas retinas marejadas...
Tudo parece sempre tão igual...toda descrição não mexe mais com nossas intimidades...que parecem cansadas de tanto amor...e todo amor que explode em liras, não move mais meus lábios...não quer sair de dentro das sensações...
Tuas palavras doces sempre sacodem as estruturas...silenciam os fados...
ganham as alturas...passeiam por aí nas notas...
O amor de ontem acorda cedo...chega da mesma forma que parte com passos leves...sem acenos...se acomoda no trono que sempre o pertenceu...
É preciso mais que sonhos para traduzir em linhas os arrepios da pele...
os sussurros da alma...o amor que transborda...
É preciso mais que palavras para cantar a canção que envolve o corpo e passeia nos olhos...
É preciso acordar a vontade...buscar a realidade...se envolver com a saudade...abraçar a vida que espoca na soleira...reter com entusiasmo
a vital felicidade...
Enquanto desfilas tua vitalidade...me envolvo nos meus braços...
me guardo dos temores...pra cantar na vida só amores...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 08/06/2005
Código do texto: T22923

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55634 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:21)
Angélica Teresa Almstadter