Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ideologia: Concepções Críticas

 
Marx, Pessoa, Chaui e Luz Sylva*

Para Marx, Ideologia é uma falsa representação da realidade que buscam formas universais a visão da classe dominante. Essa falsa imagem levaria o homem e a sociedade a uma falsa consciência acerca de si mesmo e das relações concretamente estabelecidas.

Ideologia, portanto, é um conjunto de ideias, de procedimentos, de concepções religiosas; filosóficas; intelectuais, que possui certa lógica, certa coerência e que orienta o sujeito para determinadas ações de uma forma aderente e responsável.

André Pessoa em seu artigo “Manipulação” enfatiza que, ideologia é um sistema de ideias, que se baseia em um modelo teórico, e que pretende conformar a realidade segundo a concepção que propõe. É idealizada, normalmente, a partir de um grupo reduzido de pessoas, que têm um determinado interesse particular.

As ideologias não buscam a verdade, e sim o poder. Extraem da realidade somente aquilo que lhes é útil, para compor sua argumentação baseada em meia-verdades ou verdades distorcidas, com vistas a alcançar, o médio ou longo prazo, seus interesses. É, portanto reducionista, por ser parcial em seus fundamentos, centrando-se na utilidade específica e não na verdade objetiva, posicionando-se à margem da realidade. Reduz não somente a verdade, mas também o ser humano.

Chaui (2000) diz que a função principal da ideologia é ocultar e dissimular as divisões sociais e políticas, dar-lhes a aparência de indivisão e de diferenças naturais entre os seres humanos. Indivisão: apesar da divisão social das classes, somos levados a crer que somos todos iguais porque participamos da idéia de “humanidade”, ou da idéia de “nação’ e “pátria”, ou da idéia de “raça”, etc. Diferenças naturais: somos levados a crer que as desigualdades sociais, econômicas e políticas não são produzidas pela divisão social das classes, mas por diferenças individuais dos talentos e das capacidades, da inteligência, da força de vontade maior ou menor, etc.

A produção ideológica da ilusão social tem como finalidade fazer com que todas as classes sociais aceitem as condições em que vivem, julgando-as naturais, normais, corretas, justas, sem pretender transformá-las ou conhecê-las realmente, sem levar em conta que há uma contradição profunda entre as condições reais em que vivemos e as idéias.

Por exemplo, a ideologia afirma que somos todos cidadãos e, portanto, temos todos os mesmos direitos sociais, econômicos, políticos e culturais. No entanto, sabemos que isso não acontece de fato: as crianças de rua não têm direitos; os idosos não têm direitos; os direitos culturais das crianças nas escolas públicas é inferior aos das crianças que estão em escolas particulares, pois o ensino não é de mesma qualidade em ambas; os negros e índios são discriminados como inferiores; os homossexuais são perseguidos como pervertidos, etc.

A maioria, porém, acredita que o fato de ser eleitor, pagar as dívidas e contribuir com os impostos já nos faz cidadãos, sem considerar as condições concretas que fazem alguns serem mais cidadãos do que outros. A função da ideologia é impedir-nos de pensar nessas coisas.

A ideologia é algo sutil, ela está no nosso dia a dia, podemos dizer que é algo alimentado e manipulado diariamente pelos MC’S (Meios de Comunicações Sociais) e certas instituições (Escolas, Faculdade, Igrejas, Ceitas, Clubes, etc). Podemos citar com exemplo clássico de disseminação de ideologia a TV GLOBO, como ela manipula a cabeça do nosso povo brasileiro, desde tendências da moda, estilos musicais até nas áreas mais intimas do ser humano como o relacionamento pessoal, valores, sentimentos e gerando assim uma consciência laxa.

Sendo assim pode-se concluir que a Ideologia é uma falsa ideia, imposta de forma tão arguta que nem percebemos quando ela entra em nossa mente e por vezes a defendemos sem nem saber o por que, pois a função da ideologia é impedir-nos de pensar nessas coisas.

* Luz Sylva (Vanessa Luzia da Silva Martins) Graduada em Administração Geral na Faculdade Metropolitana de Maringá (UNIFAMMA) e-mail: nessalsm@yahoo.com.br
 
Luz Sylva
Enviado por Luz Sylva em 14/09/2010
Reeditado em 04/10/2012
Código do texto: T2498551
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Martins, V.L.S www.recantodasletras.com.br/luzsylva). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luz Sylva
Maringá - Paraná - Brasil
89 textos (14927 leituras)
9 áudios (581 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/14 20:52)
Luz Sylva



Rádio Poética