Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oficina de Letrinhas – Estudo de Casos - I

Um dos grandes desafios para quem escreve está na arte de despersonalizar o texto, a fim de compartilhá-lo mais. Vejamos um exemplo em versos, um poema meu em versão original:

ESTADO DE COMA

Fui ferida de morte !
E a morte sangra sumo
Gelado, por entre poros
Coados, grande desilusão.

A morte sangra e agoniza -
Eu não, que estou forte
E viva! -
Ou já morta então ?
“Morto não sente dor”
Pensamento ...
Enganador ?

Desconfiança essa
Me embriaga,
Sufoca e impede
Crer que ...

Fui ferida de morte !
Na alma,
No sentir ...
Tudo por amar.

E no fim, só peço assim:
“Ó Deus, apieda-te
De mim ...”

Estou ferida de morte.
Debilitada e fraca ...
Fui trazida, pura e crua,
Ao real:
Vale o homem
O quanto pesa ?
Sim ?
Pouco vale muito
O ideal ?

E o aparelho pulsa
E pulsa,
Ah, pulsa !
Ainda
Pulsa ...
E eu gemo ...
E permaneço.


Helena Frenzel

Publicado no Recanto das Letras por Helena Frenzel em 06/10/2009
Reeditado em 02/01/2010
Código do texto: T1850513

E agora, numa versão, digamos assim, ‘mais compartilhada’:

ESTADO DE COMA I

Foi ferida de morte !
E a morte sangra sumo
Gelado, por entre poros
Coados, grande desilusão.

A morte sangra e agoniza -
Ela não, que está forte
E viva! -
Ou já morta então ?
“Morto não sente dor”
Pensamento ...
Enganador ?

Desconfiança essa
Que embriaga,
Sufoca e impede
Crer que ...

Foi ferida de morte !
Na alma,
No sentir ...
Tudo por amar.

E no fim, só pede assim:
“Ó Deus, apieda-te
De mim ...”

Está ferida de morte.
Debilitada e fraca ...
Foi trazida, pura e crua,
Ao real:
Vale o homem
O quanto pesa ?
Sim ?
Pouco vale muito
O ideal ?

E o aparelho pulsa
E pulsa,
Ah, pulsa !
Ainda
Pulsa ...
E ela geme ...
E permanece.


Da segunda versão parece-me que se pode tirar mais imagens do que da primeira, não? Tivesse eu pensado nisto antes, ora má rapaz!

Bem, estou aqui para aprender e, só este pensamento já me aproxima de um dos meus objetivos ao escrever: compartilhar.

Por certo ainda há o que ser melhorado, mas, fico por aqui com estas considerações iniciais.

É isso aí e, Joaquim Moncks, muito grata pelas dicas!
Helena Frenzel
Enviado por Helena Frenzel em 30/04/2012
Reeditado em 30/04/2012
Código do texto: T3641035
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Frenzel
Alemanha
487 textos (36207 leituras)
47 áudios (2337 audições)
45 e-livros (1936 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/17 17:41)
Helena Frenzel