Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Momentos Insólitos

O vida ingrata. Amei por um único instante de loucura, me apaixonei outra vez por um deus, e agora vivo totalmente maluca. Você foi confesso, me prometeu o universo, e agora, ai de mim . Protesto! Pena máxima! Idiotice... Monstruosidade minha! Agora já não me quer. Ainda me chama de insana, maluca, e o pior é que dizeis verdades. Fui fraca, fui cúmplice dos meus atos, confiando em palavras que dizias ter força, e agora, lamento mil vezes minha ingenuidade. Tudo bem, não era mesmo você quem eu esperava. Eu não quero um homem assim. Você não serve pra nada!

Pausa para analizar.
 
Não é verdade, meu coração arde em chama, minhas veias vertem sangue de amor, tua presença eterna me acalenta, meu amor será eterno, em minhas sandices. Meus beijos escancarados, molhados do néctar que desconheço, sempre estão em seus lábios

Segunda recaída

Ó cruel desilusão! Vejo minha vida num nada, vazia, sem nexo. Passo os dias implorando que venha adormecer em meus braços, desejando que a morte chegue e me abrace, para que eu possa entender se as almas sobrevoam a terra. Ah! Quão bom seria! Encostaria meu peito em teus sombrios despeitos e faria de ti meu deus imaculado

Decisão verossimel

Não é isso que quero. Sou muito capaz de seguir meu caminho sem tua mala, sem ouvir tua voz. Não preciso de você! Nunca esteve á meu lado! .Eu preciso tomar vergonha e aprender gostar de quem gosta de mim. Não sou tão fraca, tenho outros planos pra minha vida, outras aventuras.  É, você foi apenas um equivoco. Eu já não lembro de ti!

O fantasma da solidão

Mas será que vc ainda insiste em provocar-me? Pare de sitiar minha mente, de passear em meu corpo, dominando meus sentidos, chega! Não quero, não devo, saia pra sempre da minha vida, me deixe em paz!

A realidade

Não é possível, não posso estar apaixonada por um fantasma, eu nem sequer o conheço!Foram apenas instantes virtuais! Ele tem razão! Eu sou insana!

Mente dominada

Não sei o que fazer agora com este amor prestante, dominador da mente, fogo infernal da paixão. Devasta alma pervertida, á procura de momentos loucos!

Tentando fugir

Vou tentar me apaixonar por um homem normal!
Adeus aos deuses! Adeus, viajante sem rumo!

Será que resolve?

Moral da história

 'A esperança é a última que morre"

Branca Tirollo
limaodoce
Enviado por limaodoce em 28/07/2005
Reeditado em 14/10/2008
Código do texto: T38392
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
limaodoce
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
147 textos (10355 leituras)
4 áudios (215 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:39)
limaodoce