Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO RESISTI

Eu sonhei com você.
Linha férrea dormentes.
Paralelas que nos levam ao infinito.
Paixão, carinho, amor, sementes,
nunca saia da linha
eu acho que nos convém,
e eu me permito
chegar a ti de trem.
Verão o inverno acabar.
Estação de frutos, outono,
de flores será a tua primavera.
Se até hoje eu nunca te vi,
como posso estar amar você?
O seu tempo passa,
o meu já passou,
trem bala, maria fumaça,
o meu amor embarcou.
Trem a vapor,eu trouxe a lenha.
Amor não deixe o fogo apagar.
Nos teus lábios a senha.
Língua de fogo.
Abra o jogo.
Sol , sombras,
por que olhos esconder?
Será que eles irão revelar
que você está a me amar.
Da terra da cana
para Copacabana.
Fantasias ,desfiles Sapucaí.
E você nem aí!
Por onde andas?
Passarelas,amores e sambas.
Ainda hei de te visitar.
Comigo carinho e flores.
Há até quem diga,
das flores não precisar,
mas mesmo assim levarei,
só para ouvir você falar.
Agora vejam só a situação,
eu perdi a razão.
Eu e você coisas do coração.
Gostaria de estar ao teu lado,
saboreando o beijo roubado,
pois estou apaixonado.

Rs t.... 29 de Agosto de 2007  03:21
Ofside
Enviado por Ofside em 12/09/2007
Reeditado em 16/04/2009
Código do texto: T648687

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofside
Rio Claro - Rio de Janeiro - Brasil
1661 textos (84702 leituras)
38 e-livros (808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 08:55)
Ofside