Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMPERCEPTÍVEL (ensaio)

IMPERCEPTÍVEL
A contemplação
Quase tocando
A polpa, a nata
Tendência inata minha
Quase tara embala-me
Pára tesa em nada
Simulação e só
Tal brisa de agrado
Que atinge dessa forma
Como um rude oceano
Em que me afogo
Porque ingresso dono
Me espremo todo
Viro um fino traço
E nasço um quadro
Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 10/11/2005
Código do texto: T69553
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
909 textos (30712 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:34)
Miguel Eduardo Gonçalves