Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Zero e outros Eros

Apoteótico, enebriante, exótico, complexo e completo. Donde surgiste tamanho libido angelical? Quiçá, o caos de todo o caso aqui contado, provavelmente saturado do gozo diário que a cada nova aurora requer mais uma dose química de enzimas orgásticas, poderá ser metamorfótico e se transformar em cosmos quando assimilar que o seu eros está em sua própria psique.
Psique! Por onde andas princesa encantada, adormecida pela melancolia do abandono? Quiçá em sonhos outros eros te acompanham... Eros? Fantasias ou Erros? Haverá um outro eros que te possa despertar?
Eros! Que com seu poder divino, portador de toda chama, queima, ama, fere e insere em sua presa o próprio eu.
Eros entra em psique e num ato tão divino, diabolicamente sincero, excitante, celestial, sublimemente carnal a princesa se faz ele.
Psiquéros, érospsique, penso.... eu era? Era! Eros sim era a princesa, a princesa que dormia.
E no clímax primário, recomeçamos do zero, procurando Eros e outros Eros  em carnavais, boites e em boleros, e por fim, estafados e forçadamente sinceros, encontramo-os em psique!
Zoldan
Enviado por Zoldan em 28/11/2007
Código do texto: T756946

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zoldan
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
25 textos (4339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/17 14:56)
Zoldan