Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COALIZÃO - Uma vida longe da desolação

Muitos guepardos machos - felinos de pelagem pintada conhecidos como a criatura mais rápida em terra - vivem em coalizões. Essas são uniões vitalícias com fortes laços de amizade, onde cada um dá o melhor de si para o bem mútuo; suas preocupações e ações são sempre voltadas para o outro, ao invés de se dedicarem a si mesmos, pois têm plena consciência e segurança de que o ato é recíproco. Esses guepardos podem ser irmãos de ninhada, um fato mais freqüente, mas também podem ser desconhecidos e diferirem bastante em idade.

Viver em coalizões garante maiores chances de sobrevivência, assim como também disponibiliza ao guepardo o máximo aproveitamento de sua vida por ter um suporte emocional constante, dando-lhe segurança, pois sabe que o parceiro não o deixará desamparado. Quando separados, os guepardos de uma coalizão piam aflitos, chamando um pelo outro, sentindo uma sutil desolação, que pode acabar em desespero, caso não se reencontrem de imediato. Reencontram-se com troca de carinhos, um gesto bastante freqüente, mesmo quando não há separação, seja ela longa ou curta; os carinhos é o que mantém seus elos de irmandade sempre fortes, sendo como uma maneira de confirmação de sua união.

Como juntos satisfazem suas necessidades mutuamente, costumam ser pacatos e tranqüilos, confiantes e nada abertos a aproximações de outras criaturas; são seres em um estado de harmonia pura e sintonia com o real viver. Dependência recíproca não é um sinal de inferioridade, tal coisa não existe no reino natural, muito menos no reino da vida em seu âmbito primordial - noção de inferioridade com conotações positivas e negativas é algo categorizado pelo pensamento humano -, mas sim uma prova irrefutável de que é preciso algum elemento para que se consiga alcançar a harmonia. Independência traz carência, a dependência idem. Por mais que um ser seja independente, de certa forma, também dependerá de algum outro fator para chegar ao bem-estar, portanto, somos todos dependentes e independentes em diferentes aspectos; a dependência mútua desperta o que há de melhor em nós mesmos, ao passo de que nos propicia senso de plenitude e felicidade, a tão almejada tranqüilidade.

Vivemos a procurar nossos 'irmãos-guepardos,' sabendo que eles estão por aí, em algum lugar não muito distante, chamando, assim como nós, mesmo sem saber, ansiando pelo reencontro. Só então poderemos dizer que começamos a viver, porém, até lá, estaremos adormecidos, mesmo assim, procurando incessantemente...
Vagner Albino
Enviado por Vagner Albino em 27/11/2005
Código do texto: T76995
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vagner Albino
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil
21 textos (775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:55)
Vagner Albino