Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANTONIO CEDRAZ

O meu primeiro contato com Cedraz foi em meados da década de 90, quando comecei a editar o meu tablóide impresso, Nascente - Publicação Lítero-Cultural.

Essa publicação continha 24 páginas coloridas e possuía uma sessão para charges, tiras e cartuns. Circulou de 94 até 1999 pelo Brasil e até pelo exterior.

Pois bem, numa das edições recebo material do Cedraz que logo me encantei: era a Turma do Xaxado.

No pacote veio tiras, revistinhas e meio mundo de coisa deste grande artista e dessa turma para lá de boa.
E eu não faço por menos e trago um papo que levei com ele.

Com vocês, Antonio Cedraz:

LAM - Como foi a descoberta pela arte? Foi ocasional ou vem desde a infância?

Quando garoto, vi um amigo desenhando e ao chegar em casa peguei lápis e papel e fiz também um desenho. O amigo viu e me incentivou. Descobri então que queria ser desenhista.

LAM - Por que a opção pela Revista em Quadrinhos, as tiras de jornal e desenho?

As histórias em quadrinhos foram os meus primeiros contatos com as revistas.
Vindo de um lugar muito pequeno onde não chegava nem revistas nem jornais. fui morar em Jacobina e lá primeira vez conheci o cinema e as revistas de histórias em quadrinhos e me apaixonei por ambos. Depois comecei a publicar as histórias e tirinhas em jornais.

LAM - Que apoio você tem recebido para desenvolver suas atividades?

Atualmente conto com o apoio de um Programa de incentivo a cultura do Governo da Bahia e estamos publicando mensalmente 10.000 exemplares do Jornalzinho da Turma do Xaxado e 5.000 exemplares da Minha Revistinha, além de um novo livro de tiras, com 3.000 exemplares.

LAM - Como nasceu a Turma do Xaxado?

Sempre fui preocupado com a valorização da cultura brasileira, então achei que era hora de fazer uns personagens com a minha cara, uma turma que passa por problemas que também passa grande parte da população brasileira e a Turma do Xaxado é isso, fala a linguagem nossa, principalmente do povo do interior.

LAM - Como foi chegar ao formato e ao sucesso com a Turma do Xaxado?

O sucesso ainda não chegou. Quanto ao formato foi como falei antes; queria fazer algo que fosse a cara do Brasil. Pesquisei muito para chegar numa figura que fosse bem representativa e a figura do cangaceiro caiu como luva. Além de ser uma figura forte que até hoje é referência de brasilidade, ela é única no mundo. O passo mais difícil foi como situar essa referência de cangaceiro, que viveu na década de 30, aos dias de hoje. Mas acho que consegui.

LAM - Que outras atividades desenvolve Antonio Cedraz?

Temos um estúdio de desenho que, além da Turma do Xaxado, faz desde uma simples ilustração para revistas, jornais etc. até criação de revistas de histórias em quadrinhos educativas ou promocionais sobre qualquer assunto, sérios ou infantis. Dê uma olhadinha: www.estudiocedraz.com.br

LAM - O seu trabalho está mais voltado para o público infantil, ou você direciona para outras faixas etárias?

As tirinhas são meio a meio. Como primeiro são publicadas em jornais e o público do jornal é mais adulto, tentamos fazer uma historinha que agrade a todos. Nas revistas, as historias são mais amenas. Em ambas sempre tem uma coisa de preocupação com a valorização de nossa cultura. Não queremos fazer uma historinha apenas divertida, alienada.

LAM - O que você espera do mercado editorial?

Uma maior valorização do leitor brasileiro para as coisas feitas no Brasil. Chega de Mangás e histórias que não tem nada a ver com a gente. Vamos respeitar e compara livros e revistas que fale da nossa gente, das nossas coisas. Será que um dia isso vai acontecer? Espero que sim.

LAM - Quais as suas perspectivas profissionais?

Conseguir que o nosso trabalho seja mais reconhecido no Brasil,. Mas o caminho é muito longo.

LAM - Que projetos pretende desenvolver?

Por enquanto trabalhar mais o Xaxado. Este ano estamos com muitos projetos. Pretendemos voltar a fazer uma revista mensal, fazer uma coleção de livrinhos e até licenciar os personagens para produtos e serviços

Veja mais de Cedraz acessando: www.xaxado.com.br

Veja mais entrevistas acessando:
http://www.luizalbertomachado.com.br
LUIZ ALBERTO MACHADO
Enviado por LUIZ ALBERTO MACHADO em 31/08/2007
Código do texto: T632753

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LUIZ ALBERTO MACHADO
Maceió - Alagoas - Brasil
19 textos (13179 leituras)
6 áudios (256 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 06:47)
LUIZ ALBERTO MACHADO