Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA DE SUICÍDIO

Neste quarto empoeirado eu vejo o fim dessa tempestade
Não tenho mais chances e o meu dia já acabou
Finalmente encontrei minha chance de sair da realidade
Finalmente meu fim me encontrou

Talvez eu tenha sido triste o suficiente
Pai, vou faze-lo se orgulhar
Talvez eu ainda fosse o único inoscente
Pai, não me deixe voltar

Algumas palavras me vem sem bater a porta
Algumas pessoas nem mesmo tentaram entender
Algumas palavras para esta poesia morta
Finalmente percebi que não tenho nada a perder

O vento frio bate com força nas minhas costas
Meu fracasso me deixa com vontade de ir
Talvez algum dia encontrem mais algumas amostras
O meu sangue entre as veias eu não consigo sentir

O dano cerebral pelo efeito da verdade
Cortem seus pulsos agora crianças
Mentir sempre foi minha melhor qualidade
Mãe, eu já disse para nunca perder as esperanças

Vocês não desistam por favor
Sejam fortes e me tomem como um mau exemplo
Tentem se segurar forte no amor
Esqueçam todo esse sofrimento

Agora eu realmente tenho que ir
Me desculpem, Mas não poderei escrever
Ainda parece cedo para partir
Quando andarem sobre mim, façam chover
cappaninni
Enviado por cappaninni em 14/03/2006
Código do texto: T123174
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cappaninni
México, 26 anos
21 textos (7643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:33)
cappaninni