CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

SUBSIDIO - PRONUNCIA-SE COM O SOM DE C OU DE Z?

SUBSÍDIO – PRONUNCIA-SE COM O SOM DE  C OU DE Z?

A pronúncia da palavra SUBSÍDIO (do latim SUBSIDIU,  “linha de reserva {na ordem de batalha}; reserva, tropas de reserva; reforço, socorro), que também gerou SOSSÍDIO no galego dos séculos XIII e XIV),  é “subcídio”, ou seja, o S mantém seu som original, como em Sapo, Sábado, Sangue.  O mesmo som ocorre com uma série de palavras com aspecto semelhante: subsidiário, subseqüente, subseção, subserviente, subsinuoso, subsolo, subsentido, nas quais o S que vem depois do prefixo SUB é pronunciado com o valor de SI, CI.
E isso ocorre também com as palavras SUBSISTIR, SUBSISTÊNCIA, cujo “SIS” é pronunciado igualzinho a “CIS”!  Estranho, mas é a pronúncia correta.
A dúvida que a palavra SUBSÍDIO (e outras também, mas aqui nos ateremos a ela) apresenta talvez ocorra porque, na Língua Portuguesa, o S que vem entre duas vogais apresente o som do Z: casa, preciso, ocaso, etc.
Em tese, o fato de o S que vem entre vogais ter o som de Z só ocorreria quando as vogais viessem grafadas, ou seja, representadas na palavra escrita pelas suas letras correspondentes. E isso não ocorre com a palavra SUBSÍDIO, em que só uma vogal, o I, vem depois do S. Não há vogal escrita antes dele.
Mas nem isso podemos garantir, pois há palavras, como OBSÉQUIO, por exemplo, em que o S também só tem vogal depois de si e é pronunciado como se fosse Z. O que ocorre é que nossa ortografia é etimológica, ou seja, de acordo com a origem das palavras,  e com ela a ortoépia (que é o estudo da correta pronúncia das palavras), que já traz alguns sons do latim. Já na palavra OBSERVAR, o S volta a manter seu som. De qualquer forma, as palavras OBSÉQUIO e OBSERVAR ainda não causam dúvida de pronúncia a ninguém. Deixemo-las em paz, portanto.
Preocupemo-nos, isso sim, com alguns outros vocábulos que vêm sendo estranhamente pronunciados (atenção: colocamos acento, letras ou hifens apenas para mostrar a pronúncia):
 PRONÚNCIA ERRADA             PRONÚNCIA CORRETA
       adevogado              advogado
       estrupo              estupro
       fluído* (de freio, líqüido)              fluido
       gratuíto              gratúito
       guspe                      cuspe
       héterossexual**              hetérossexual
       nóbel                      nobél
       obsolêto              obsoléto
       sublinhar              sub-li-nhar
       tóxico (tóchico)              tóxico (tócsico)

Fiquemos por aqui. Precisaríamos de um substancioso SUBSÍDIO para continuar a pesquisa!

* fluído existe, mas é o particípio do verbo fluir.
** A forma hétero(que originalmente não tem existência própria, não é um radical independente) já está dicionarizada como expressão de uso informal e até regional, para indicar o heterossexual. Normalmente esse radical grego, que significa outro, só existe agregado a um segundo radical: heterodoxo, heterogêneo, heterossexual.

Todas as palavras citadas aqui como exemplo podem ser conferidas no VOLP - Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, que é o acervo oficial das palavras, sua pronúncia e sua ortoépia, e nos bons dicionários da nossa Língua.

Prof.  Leo Rícino
Artigo publicado na Revista LÍNGUA PORTUGUESA, n.º 4, Ed. Segmento, como resposta a uma pergunta do humorista e apresentador de TV TOM CAVALCANTE, para a sessão CELEBRIDADES daquela revista
Abril 2006

Leo Ricino
Enviado por Leo Ricino em 17/08/2010
Reeditado em 19/10/2013
Código do texto: T2443670
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Leo Ricino
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
69 textos (41617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/10/14 13:31)