Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORTOGRAFIA: S, SS, Ç, SC, Z, X...

1. Emprego da letra S:

1.1 Escrevem-se com S as palavras derivadas de verbos terminados em NDER, NDIR, ERTER, ERTIR, CORRER e PELIR:
• Pretender = pretensão, pretensioso, pretensa;
• Expandir = expansão;
• Compreender = compreensão;
• Confundir = confusão;
• Inverter = inversão;
• Converter = conversão;
• Divertir = diversão;
• Concorrer = concurso;
• Discorrer = discurso;
• Expelir = expulsão;
• Compelir = compulsório.

1.2 Emprega-se a letra S após ditongo com som de /z/:
• Lousa;
• Coisa;
• Causa.
Exceção: se tiver som de /s/ grafa-se com ç:
• Eleição;
• Traição.

1.3 Escrevem-se com S os substantivos com os sufixos gregos –ESE, -ISA, -OSE:  substantivos femininos:
• Poetisa;
• Profetisa;
• Catequese;
• Metamorfose.

1.4 Escrevem-se com S nas conjugações dos verbos POR, QUERER e USAR:
• Ele pôs;
• Ele quis;
• Ele usou.
 
1.5 Escrevem-se com S em palavras terminadas em ASE, ESE, ISE E OSE:
• Frase;
• Tese;
• Crise;
• Osmose.
Exceções: deslize, gaze.

1.6 Escrevem-se com S os adjetivos com os sufixos –OSO e –OSA:
• Gostoso;
• Gostosa;
• Gracioso;
• Teimosa.

1.7 Escrevem-se com S os adjetivos pátrios com os sufixos –ÊS e –ESA:
• Português;
• Inglesa;
• Milanesa.

1.8 Escrevem-se com S os substantivos e adjetivos terminados em –ÊS e –ESA:
• Burguês;
• Freguesa;
• Camponês.

1.9 Escrevem-se com S verbos derivados de palavras cujo radical termina em –s:
• Analise = analisar;
• Presa = apresar;
• Atrás = atrasar;
• Liso = alisar.
 
1.10 Observação:
Após o E inicial, é comum o emprego de X representando o sem de /z/:
• Exagero;
• Exato;
• Exaltar;
• Executar.


2. Emprego da letra SS:

2.1 Empregam-se o dígrafo SS nas correlações CED, GRED, PRIM, TIR e METER:
• Ceder = cessão, cessionário;
• Conceder = concessivo, concessão;
• Agredir = agressão, agressivo;
• Progredir = progressão, progressivo;
• Imprimir = impressão, impresso;
• Oprimir = opressão, opressivo;
• Demitir = demissão;
• Discutir = discussão;
• Comprometer = compromisso;
• Intrometer = intromissão.

3. Emprego da letra Ç:

3.1 Cê-cedilha é a letra C em que se pôs cedilha. Indica que o C passa a ter som de /s/. Só é usado antes de a, o e u.

3.2 Escrevem-se com Ç na correlação TER:
• Abster = abstenção;
• Obter = obtenção;
• Reter = retenção;
• Conter = contenção;
• Deter = detenção.

3.3 Escrevem-se com Ç palavras derivadas de vocábulos terminados em TO e TOR:
• Intento = intenção;
• Canto = canção;
• Exceto = exceção;
• Junto = junção;
• Infrator = infração;
• Redator = redação;
• Setor = seção.

3.4 Escrevem-se com Ç os sufixos –AÇÃO e –ÇÃO formadores de substantivos a partir de verbos:
• Formar = formação;
• Exportar = exportação;
• Construir = construção;
• Destruir = destruição;
• Trair = traição.

3.5 Escrevem-se com Ç os sufixos –AÇA(O), -IÇA(O), -UÇA(O) e –AÇAL:
• Barcaça;
• Ricaça;
• Caniço;
• Dentuça;
• Carniça;
• Lamaçal.

4. Emprego da letra SC:

4.1 Utilizam-se SC em termos eruditos latinos:
• Abscesso;
• Aquiescer;
• Descer;
• Disciplina;
• Consciência;
• Ascender.

5. Emprego da letra XC:

5.1 Nos dígrafos consonantais. Eles têm suas letras separadas silabicamente:
• Exceto (ex-ce-to);
• Excesso;
• Excitar.
Obs.:
• Encontro vocálico = é o encontro de duas ou mais vogais em uma palavra;
• Encontro consonantal = é o encontro de duas consoantes. As duas são pronunciadas;
• Dígrafo = é o encontro de duas letras com um único som.


6. Emprego da letra Z:

6.1 Grafam-se com Z os derivados em –ZAL, -ZEIRO, -ZINHO, -ZINHA, -ZITO, -ZITA:
• Cafezal;
• Cafezeiro;
• Cafezinho;
• Avezinha;
• Cãozito;
• Avezita.

6.2 Grafam-se com Z os derivados de palavras cujo radical termina em Z:
• Cruz = cruzeiro;
• Raiz = enraizar;
• Vazio = vazar.

6.3 Grafam-se com Z os verbos formados com o sufixo –IZAR e palavras cognatas:
• Fertilizar;
• Fertilizante;
• Civilizar;
• Civilização.

6.4 Grafam-se com Z os substantivos abstratos em –EZA, derivados de adjetivos:
• Pobre = pobreza;
• Limpo = limpeza;
• Frio = frieza.
7. Emprego da letra G:

7.1 Grafam-se com G os substantivos terminados em –AGEM, -IGEM, -UGEM:
• Garagem;
• Massagem;
• Viagem;
• Origem;
• Ferrugem.

7.2 Grafam-se com G as palavras terminados em –ÁGIO, -ÉGIO, -ÍGIO, -ÓGIO, -ÚGIO:
• Contágio;
• Egrégio;
• Prodígio;
• Relógio;
• Refúgio.

7.3 Grafam-se com G as palavras derivadas de outras que se grafam com G:
• Massagem = massagista;
• Vertigem = vertiginoso;
• Gesso = engessar;
• Selvagem = selvageria.


8. Emprego da letra J:

8.1 Grafam-se com J as palavras derivadas de outras terminadas em –JÁ:
• Laranja = laranjeira, laranjinha;
• Loja = lojinha, lojista;
• Granja = granjeiro.

8.2 Grafam-se com J todas as formas da conjugação dos verbos terminados em –JAR ou –JEAR:
• Arranjar = arranje, arranjemos;
• Viajar = viajei, viaje, viajemos;
• Gorjear = gorjeia, gorjeiam.

8.3 Grafam-se com J os vocábulos cognatos ou derivados de outros que têm J:
• Laje = lajeado;
• Nojo = nojeira, nojento;
• Jeito = desajeitados, conjeturar.

9. Emprego da letra E:

9.1 Grafam-se com E a sílaba final de formas dos verbos terminados em –UAR:
• Continuar = continue;
• Habituar = habitue;
• Pontuar = pontue.

9.2 Grafam-se com E a sílaba final de formas dos verbos terminados em –OAR:
• Abençoar = abençoe;
• Magoar = magoe;
• Perdoar = perdoe.

9.3 Grafam-se com E as palavras formadas com o prefixo ANTE (anterior, antes):
• Antebraço;
• Antecipar;
• Antedatar.


10. Emprego da letra I:

10.1 Grafam-se com I a sílaba final de formas dos verbos terminados em –UIR:
• Diminuir = diminui;
• Influir = influi;
• Possuir = possui.

10.2 Grafam-se com I as palavras formadas com o prefixo –ANTI (contra):
• Anticristo;
• Antiaéreo;
• Antitetânico.

BIBLIOGRAFIA:
CEGALLA, Domigos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. 48.ed.rev. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008.

SACCONI, Luiz Antonio. Novíssima gramática ilustrada. 23.ed. ver. São Paulo: Nova Geração, 2010.

HILDEBRANDO, A de André. Gramática ilustrada. 5.ed. São Paulo: Moderna, 1997.

FARACO & MOURA. Gramática. 12.ed. São Paulo: Ática, 2000.

É isso.

Forte abraço.
J C R SANTOS
Enviado por J C R SANTOS em 15/04/2011
Reeditado em 15/04/2011
Código do texto: T2910023

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J C R SANTOS
Votorantim - São Paulo - Brasil, 36 anos
13 textos (136153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/11/14 20:59)
J C R SANTOS



Rádio Poética