CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto
    
     Homonímia - é a semelhança fonética ou gráfica de vocábulos de diferentes significados. Trata-se, portanto, da relação entre dois ou mais termos que, mesmo possuindo sentidos diversos, se utilizam de idêntico arcabouço fonológico.
          
     
Paronímia – trata das palavras semelhantes na forma (quase a mesma grafia e pronúncia), mas diferentes na significação.  Palavras parônimas são aquelas que se assemelham na forma, entretanto têm significados diferentes. Ex:
cavaleiro – cavalheiro
comprimento – cumprimento.


     Homônimos – palavras com a mesma pronúncia, porém com acepções diversas.
acender (pôr fogo, atear fogo) - ascender (subir, elevar-se)

acento (sinal gráfico, tom de voz) - assento (cadeira, banco, poltrona)

acerca de (a respeito de) - a cerca de (distância aproximada) - há cerca de (aproximadamente)

afim (parente; que possui afinidade, semelhante, análogo) -a fim de (para)

apreçar (marcar o preço, ajustar o preço) - apressar (pedir pressa, acelerar)

área (superfície) - ária (cantiga) 

arrochar (apertar bastante, demasiado) – arroxar (tornar roxo, ficar roxo – um hematoma, por ex.)

ás (carta de jogo; pessoa importante) - az (esquadrão; multidão; alcateia)

asado (alado, com asas) - azado (oportuno, ideal)

à-toa (ruim, de má qualidade, inútil, desprezível) - à toa (ao acaso, sem rumo; impensadamente)

brocha (tacha, prego curto) - broxa (pincel grande e grosso de caiar)

bucho (estômago dos animais; pança) – buxo (arbusto, pequena árvore sempre verde)

caçar (perseguir, capturar ou matar um animal, uma pessoa) – cassar (anular, suspender os direitos ou prerrogativas de um cargo)

canto (substantivo: ação de cantar; cada uma das divisões de um poema) - canto (verbo)

cedo (verbo) - cedo (advérbio: prematuramente, antes da hora; ao alvorecer; em breve)

cegar (privar da visão, tornar cego; deslumbrar, fascinar) –segar (ceifar, cortar)

cela (cubículo, quartinho) - sela (arreio) - sela (verbo)

censo (recenseamento, contagem) – senso (juízo, discernimento)

cerrar (fechar, apertar, encerrar) - serrar (cortar, separar)

cessão (ato de ceder, cedência) - seção (setor, repartição; parte de um todo) - secção (corte) - sessão (atividade, tempo de um espetáculo ou de uma reunião)

chá (bebida) - xá (soberano da ex-Pérsia, atual Irã)

chácara (pequena propriedade onde se cultivam frutas e legumes) - xácara (castelhano jácara - narrativa popular, em verso; romance em verso)

cheque (documento bancário com ordem de pagamento) –xeque (chefe árabe; lance de jogo de xadrez; soberano da ex-Pérsia; perigo)

cocho (vasilha, recipiente onde se colocam alimentos ou água para animais; manjedoura) - coxo (que manca de uma perna)

concertar (harmonizar; ajustar, combinar) - consertar(restaurar, corrigir, reparar)

concerto (sessão musical, peça musical executada por uma orquestra) – conserto (remendo, reparo num sapato, numa roupa)

coser (costurar) - cozer (cozinhar)

cura (forma verbal) - cura (ação ou efeito de curar; voltar à saúde perfeita; pároco de aldeia)

empoçar (formar poça dágua) - empossar (dar posse a; investir alguém de poder; apoderar-se, apossar-se de algo)

esotérico (relativo ao exoterismo (doutrina filosófica secreta da Grécia antiga); profundo, oculto) – exotérico(diz-se das doutrinas filosóficas que se expõem em público, sem reservas ou ocultações)

espectador (aquele que observa, assiste) - expectador(aquele que está em expectativa, ansioso, à espera de algo)

esperto (inteligente, atento, perspicaz) - experto (experiente, perito)

espiar (espionar, observar, espreitar) – expiar (pagar, cumprir uma pena; purificar-se)

estrato (camadas de rocha; nuvem) – extrato (perfume; síntese de um documento (contrato, por ex.); fragmento) 

incerto (duvidoso, impreciso, aleatório) - inserto(introduzido, inserido)

incipiente (iniciante, principiante) - insipiente (ignorante; insensato)

intercessão (ato de interceder) - interseção ou intersecção (ato de cortar pelo meio; corte; ponto onde duas linhas se cruzam)

laço (nó facilmente desatável; corda de couro cru com argola; união, vínculo) – lasso (exausto, fatigado; dissoluto, gasto; bambo, frouxo)

locador (aquele que loca (aluga) um imóvel) - locatário(arrendatário, inquilino)

morro (pequeno monte; oiteiro) -  morro (verbo)

ótico (relativo ao ouvido) - óptico (referente à óptica ou à vista; nervo óptico)

paço (palácio real ou episcopal) - passo (ato de andar, marcha; conjuntura, situação) – passo (forma verbal)

presar (apresar, capturar, agarrar, aprisionar, prender) -prezar (ter apreço, consideração por alguém; estimar; respeitar; ter dignidade, prezar-se)

ruço (pardacento, alourado, grisalho) - russo (da ou relativo à Rússia)

tacha (mancha, nódoa;, defeito moral, senão; prego de cabeça chata; tacho grande) - taxa (tributo comercial, imposto, juros); proporção, limite: 
Taxa de juros, taxa de mortalidadecontribuições ao poder público: Taxa de luz, água e esgotos)

tachar (censurar, pôr defeito em algo) - taxar (regular, determinar, fixar taxa)
terçol (Med. Pequeno abscesso nas pálpebras) – tersol(toalha de linho, bordada, que o celebrante utiliza durante a missa; manustérgio)

são (sadio, saudável) – são (forma do verbo ser)

verão (uma das quatro estações do ano; estio) - verão(verbo)  



de José de Nicola). 9ª edição. Editora Scipione,
 SP, 2002.

 
 
                                  Homônimos e Parônimos  (Parte II) 
                                                       ( clique )
   


Diversos Autores
Enviado por Jô do Recanto das Letras em 20/04/2011
Reeditado em 25/07/2013
Código do texto: T2920294
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Jô do Recanto das Letras
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
651 textos (689198 leituras)
293 e-livros (53295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/09/14 22:51)

Site do Escritor