Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto









"TODAS AS MULHERES"


Mulheres... Ah! Amadas mulheres!
Aquela mulher mulata, tão cantada,
cantada na praia, de shorts ou de saia
de blazer... Ou simplesmente de biquini;
a mulher loira, a loiraça como a
chamam, com os seus olhos azuis, 
verdes, ou seja lá que cor tenha os seus 
olhos, são duas estrelas piscantes, que 
chamam a atenção de qualquer um; aí
vem à mulher negra, que com o seu 
poderoso charme, envenena o juízo de
qualquer mortal, ela esnoba preconceitos
porque tens a beleza sem igual, a morena
que tem o charme da Gabriela do Jorge 
Amado, que pisa fundo na areia, torce o
pescoço dos banhistas, e os fazem tomar
tapas das suas companheiras, tem aquelas 
da pele branquinha, que como uma Rainha 
destrói os corações; mulheres ruivas, que 
por si já é vistosa, são todas...
Mulheres! Gordinhas, magrinhas; ou
mulheres malhadas, mulheres quietas ou
assanhadas, mulheres tímidas... Mulheres
gostosas, cantadas sempre em versos e
prosa; mulheres que já deu nome em praias,
mulheres guerreiras que moram nos morros
que descem e sobem ladeiras.
São todas mulheres! São todas faceiras, eu
amo as mulheres!







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 09/04/2006
Reeditado em 22/07/2007
Código do texto: T136139
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257192 leituras)
185 áudios (36330 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:35)
Antonio Hugo

Site do Escritor