Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMENAGEM A MIM

Não quero voltar quando eu for...
Que me perdoe os religiosos, nem quero acreditá-los.
A vida já é um limite, ter que aguentar outro?...
Ela passa pra todo mundo, e todos irão... pra algum lugar...
Se há após a morte...vida?... será vida?...
Me perdoe por desacreditá-los.
Mas não quero mais isso... viver... se morre, e se vive...
Não quero ser um Lázaro na vida, ou foi na morte que ele viveu?
Irei, e não voltarei mais, pronto!
Não me venham com filosofias, crenças, pregações...
Não me falem em limites...
E quando eu estiver indo... celebrarei mais um grande espetáculo da vida, farei festa com musica alegre, serpentinas... para comemorar esse dia.
Mas antes de tudo, viverei cada momento da minha vida, gozarei todos os prazeres que me for apresentado, amarei incondicionalmente, escreverei em um site para escritores, conhecerei pessoas, farei que a minha vida valha a pena, como estou vivendo hoje.
Depois disso, passarei...como passaremos todos.

KEMBO
Wellington Abreu
Enviado por Wellington Abreu em 17/04/2006
Código do texto: T140485

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Abreu
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 41 anos
28 textos (2574 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:52)
Wellington Abreu