Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESCOBERTA

 
Nem mesmo o tempo apagará tua imagem,
Nem o sol encobrirá teu brilho,
Nem as estrelas cintilarão como teus olhos
Nem mesmo a chuva apagará teu rosto
Pois teu sorriso misto de alegria e dor
Teus olhos com misto de medo e desejo
Teu corpo ardendo com febre de amor ...
Surgirá no tempo e no espaço como raio, brilhante e fugaz
Como sonho colorido; fantasia livre de preconceitos e medos
Serás um homem e verá em teu rosto a saudade de teu tempo Adolescente-Adulto
Sentirá desejo de voltar e eu estarei então no teu passado
Como uma leve imagem desfocada e só ...
É preciso pois o mundo trás sonhos e ilusões e eu serei então como o clarão do dia, escuridão da noite, um pássaro livre e solto .
No teu passado ...


Obs: Esta poesia foi a primeira declaração de amor que minha esposa dedicou para mim, neste dia em que completamos 21 anos de casados, presto esta homenagem com carinho, amor e afeto.
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Enviado por JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES em 08/06/2006
Código do texto: T171665
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Eldorado do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
216 textos (80465 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:12)
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES