Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




DIA DE CAMÕES






Antes que se finde o dia queria deixar aqui registrado, uma homenagem a Luís Vaz de Camões.Esse que para Portugal talvez seja um herói, já que não era só poeta, era ele um ser humano completo:Pioneiro,bandeirante, apóstolo, visionário, namorado e poeta.

Nenhum outro como ele, ou de sua época, testemunhou tão vincadamente os estigmas da sua raça, em seus bons momentos, e nos piores.

Aqui deixo um soneto dele que amo de paixão:



Alma minha gentil, que te partiste
Tão cedo desta vida, descontente
Repousa lá no céu eternamente,
E viva eu cá na terra sempre triste

Se lá no assento etéreo, onde subiste,
Memória desta vida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te
Alguma cousa a dor que me ficou
Da mágoa, sem remédio, de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou
Que tão cedo de cá me leve a ver-te
Qão cedo de meus olhos te levou

Camões

Malubarni
Enviado por Malubarni em 10/06/2006
Reeditado em 10/06/2006
Código do texto: T172968

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118349 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:36)
Malubarni