Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAL - in memoriam

O QUE EU GOSTARIA DE CONTAR NO DEPOIS
 
Foi uma vida inteira de luta – a luta por viver – nas muitas vezes que mergulhei no desespero. Venci em todas elas, inclusive numa luta ferrenha de nove dias. Até o dia em que tive que aceitar a impotência de superar a dor de ver morrer meu sonho maior e mais lindo. Então me entreguei. Às pessoas isso configurava covardia. Não para mim. Aceitei com humildade minha condição: a falta da antiga força, a impossibilidade de mais uma vez ressurgir das cinzas. A vida fraquejou, a memória acabou. A alma já não vivia, o corpo respirava teimosamente. Até meu cão fiel, companheiro de todos os momentos, num repente morreu, deixando-me sozinha na brutal solidão. Do momento em que o sonho morreu até hoje, foi um constante refletir sobre a vida inteira, que hoje já não era vida. Tive horas terríveis de depressão ao deparar com o negativo de mim, horas deliciosas de alegria na certeza de vitórias vividas, na dura decisão de encarar minha verdade. A direção era certa: a morte. Tinha que ser digna de uma vida inteira dedicada ao amor. E foi assim que, em longos e difíceis meses, construí minha morte e a ela me entrego, como é meu direito, cultivando-a com respeito e alegria, num clima de paz. Parto, pois, sentindo-me gloriosa!
 
Sal, 08/dezembro/2004

* * *

Olympia Salete Rodrigues(12/03/1938 a 21/05/2006)


Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 11/06/2006
Código do texto: T173705
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Tanajura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1467 textos (154810 leituras)
1 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:16)
Fernando Tanajura