Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRISNALFLANARF

Prometi que voltaria para fazer um agradecimento aos meus leitores (Foi no texto: 117,37735849056603773584905660377. Lembra-se?) e aqui estou para isso. O título desta homenagem de hoje é a soma das sílabas de alguns nomes de leitores. A partir dessa simbiose quero homenagear a todos os que nestes seis meses de Recanto têm me prestigiado com seu carinho e atenção. Foi um tempo de receber incentivos e de ouvir críticas. Isto me ajudou a continuar escrevendo; coisa que gosto muito de fazer.

O primeiro comentário que recebi para meus textos foi em 21 de dezembro de 2005, para o conto LOLITA BRASILEIRA. Foi deixado por Cármen Neves. Além de comentar o que achou do conto, me deu as boas-vindas “com votos de muita inspiração”.  Este é um traço marcante deste site: a forma acolhedora com que somos recebidos por aqui. A gente chega e não sai mais. Vem-se para ficar!

Aqui no Recanto vivi e tenho vivido experiências muito ricas de amizades e de desenvolvimento da minha escrita. Não fora este sítio, não sei se teria produzido os contos que aqui publiquei; pois, quem gosta de escrever, escreve mesmo que não seja lido, mas quando se encontra um interlocutor tudo fica mais fácil, fica mais gostoso, tem mais sentido.

Foram poucas as decepções por aqui. Raríssimas, pois, no geral, presenciei, desfrutei e fui testemunha de muitas alegrias. Só a título de ilustração, quero citar um comentário que recebi. Talvez seja o exemplo de como não devemos agir.

Um cara que se esconde por trás da alcunha de “abreu” escreveu o seguinte sobre o conto NA SALA DE ESPERA: “Texto longo demais, pedante demais, cansativo demais. Lá na terceira frase a gente não agüenta mais ler. Um conto ou crônica tem de ser leve, despertar a curiosidade de quem está lendo. Infelizmente tenho de dizer que o seu é muito ruim.”

Pô, o cara pensou que estava prestando um desserviço para mim. Foi o maior estímulo que recebi no RECANTO DAS LETRAS para aperfeiçoar meus textos. Como já se disse, “toda unanimidade é burra”. Não almejo isso para mim. Preciso de crítica séria, construtiva. Preciso aprender a escrever, quero crescer. E só o conseguirei se houver um feedback sincero de meus leitores. Só acho que ele foi covarde ao se esconder e não permitir o diálogo.

Já Tiller Mattos, me enviou o seguinte comentário sobre o mesmo conto: “Caro, Alex. Seu texto é espetacular, mas se fosse meu, faria algumas correções. A idéia do texto foi sensacional. Você criou um texto lírico, cômico em certas partes e de um erotismo suave. Parabéns!” Em seguida ele me enviou por e-mail, nada menos que vinte e duas correções que ele faria se o texto fosse dele. Aproveitei algumas delas. Achei super-legal por parte do companheiro esta iniciativa.

Ao todo são 97 páginas de comentários recebidos, totalizando 956 comentários para meus 65 textos publicados. Esta realimentação de impressões que o autor recebe aqui no RECANTO DAS LETRAS é seu ponto alto. E isto vem quase que de imediato: Publica-se. O texto é lido. Se o leitor se identificou com o texto e quer expressar isso para o autor, deixa um comentário. Em pouco tempo o autor já fica sabendo a impressão de seu leitor para o texto publicado. Isso é realmente fantástico!

Os 65 textos publicados geraram até agora 8.237 leituras (até as 15h13min de 02/07/2006) e 956 comentários. O que dá uma média de 1 comentário a cada 8,6 leituras. Não sei como tem sido a experiência de outros recantistas, mas, acho essa uma marca muito interessante. Antes de conhecer o RECANTO DAS LETRAS andei publicando alguns textos em outros sites e, além da forma dos comentários serem expostos não ser tão objetiva e agradável como por aqui, não recebia o feedback almejado. Obviamente isso se deve não só à qualidade do site, mas a qualidade dos seus freqüentadores e autores.

Meus textos campeões de comentários (muitos nem tanto, e até há um que está virgem) são:

NAYARA – 137 comentários (em 7 páginas).
AMOR E REJEIÇÃO – 83 comentários (em 5 páginas).
DOLORES DE TODOS NÓS – 41 comentários (em 3 páginas).
A BELA DO ESPELHO – 37 comentários (em 2 páginas).
FEMME FATALLE – 36 comentários (em 2 páginas).
GOTAS DE AMOR – 34 comentários.
117,37735849056603773584905660377 – 29 (em 2 páginas).
GAROTA EM TRANSE – 27 comentários (em 2 páginas).
SUAVE COMO PÊRA – 22 comentários (em 2 páginas).
A RAVE DO GIRASSOL – 22 comentários (em 2 páginas).
A MULATA DO BANGÜÊ – 21 comentários (em 2 páginas).
A BANDA E A BUNDA – 21 comentários (em 2 páginas).
NA SALA DE ESPERA – 19 comentários.
A CHAVE DO AMOR – 19 comentários.
PRETTY BABY – 19 comentários.
A ROMÂNTICA – 17 comentários.
NÃO QUERO SER O ÚLTIMO A COMER-TE – 17 comentários.
UMA CANÇÃO DE AMOR PARA CHELLE – 15 comentários.
DECIFRANDO O ENIGMA – 15 comentários.
NOMES MARCADOS – 14 comentários.
A SIMPLES – 14 comentários.
BELEZA INACESSÍVEL – 14 comentários.
A CARINHOSA – 14 comentários.
UM TOQUE SUAVE EM CADA PÉTALA DE ROSA – 14 comentários.
CLARAMENTE – 13 comentários.
POR FAVOR, UMA MOTO – 12 comentários.
JANETE – 11 comentários.
DIÁLOGO PÓS-PLATÔNICO – 11 comentários.
CINESTESIA ERÓTICA VIRTUAL – 11 comentários.
REFAZENDO CAMINHOS – 10 comentários.
ESTRELAS NOS CÉUS DE CABUL – 10 comentários.
TODO DIA NESSA ESTRADA – 10 comentários.
A EXPECTADORA – 10 comentários.
RATINHO AZUL – 10 comentários.
URBIS IGNÓBIL – 9 comentários.
A SIMPÁTICA I – 9 comentários.
SOMOS TODOS FREUDIANOS – 9 comentários.
O QUE OS OLHOS NÃO VÊEM – 9 comentários.
A SÉRIA – 9 comentários.
O DIÁRIO ÍNTIMO DE CAMILA P. – 8 comentários.
A RECATADA – 8 comentários.
A MEIGA – 8 comentários.
A SIMPÁTICA II – 7 comentários.
A BELA – 7 comentários.
A ENVOLVENTE – 6 comentários.
MAIS QUE LEONARDO – 6 comentários.
O BLEFE – 6 comentários.
MISTÉRIOS DA LAN – 5 comentários.
TAUTOLOGIA DO AMOR – 4 comentários.
LOLITA BRASILEIRA – 4 comentários.
A EXIBIDA – 4 comentários.
A CHINESINHA – 4 comentários.
SEGREDOS DE MENINAS – 4 comentários.
TODAS AS VOZES TE CONDENAM – 3 comentários.
PÉROLA DA ÁFRICA – 3 comentários.
A GAROTA DO PÔSTER – 3 comentários.
FLÁVIA? – 2 comentários.
A ADORÁVEL E MISTERIOSA LU – 2 comentários.
O SEGREDO DO COFRINHO – 2 comentários.
A ESCOLHA – 2 comentários.
A ESPIÃ QUE ME ENSINOU A AMAR – 2 comentários.
MEU CORPO PASSA POR CIMA DO SEU – 1 comentário.
THE POWER GUIDO – 1 comentário.
A FOTO NÃO É O PARAÍSO – 1 comentário.
JEANNE E O ATAQUE DA PPN – 0 comentários.


Na média entre leituras e comentários os campeões são:

NAYARA – Um comentário para cada 3,6 leituras.
DOLORES DE TODOS NÓS – Um comentário para cada 4,2 leituras.
FEMME FATALLE – Um comentário para cada 5,0 leituras.
GOTAS DE AMOR – Um comentário para cada 5,1 leituras.
AMOR E REJEIÇÃO – Um comentário para cada 5,3 leituras.
A BELA DO ESPELHO – Um comentário para cada 5,4 leituras.

O que estou tentando entender com estes números? Estou procurando conhecer o gosto de meus leitores e afinar o meu estilo. Se alguém se predispõe a deixar um comentário em um texto lido – ele terá que, no mínimo, gastar tempo e pensamento para fazê-lo – é porque o texto de fato lhe deixou uma boa impressão, causou bem-estar ou provocou uma reação de desconforto que exigia resposta.

Assim sendo, quero crer que os textos (contos) elencados acima são os que mais caíram no gosto dos leitores por terem merecido a melhor média de comentários até agora. Outro dado interessante a se observar é que todos estes contos com melhor média não são eróticos (comecei a escrever eróticos e, só depois, parti para outros gêneros), o que indica também uma certa preferência por meus contos não-eróticos. Já de algum tempo não tenho publicado eróticos. Talvez esteja aí um indício forte para eu mudar meu estilo.

Bem, disse ao princípio que queria fazer uma homenagem aos meus leitores. É difícil fazer isso! Mas, a forma com que tentarei fazê-lo é embutir seu nome no meio deste quebra-cabeça, caça-palavras, seja lá que nome se dê a este emaranhado de letras, sílabas e palavras abaixo. Se seu nome estiver aí você é meu homenageado. Se seu nome não estiver, saiba que é também, pois seria muito difícil copiar todos os nomes de leitores meus que deixaram seus comentários de apreciação a algum dos meus contos.


AlessandraEspínolaAnjoHarahelDamadeNegroVivianeSantosJasmineJadJuli
JoyceEmanuelleBethMunizRosedeCastroaLaJonnyBravoAndréaLauterjunkShi
leyFigueiredoKrikaCrisScarpattiPolarCarineRamosSamaraCamilaFerreira
ElianaAlcântaraMariaLeiteDelázariHermelleClaraBelmiroMarianaAndarilho
PetiteFillePatyEssingerMunikeFariasSôniaRVitóriaHellsinqDethhaakGise
llyAguiarKateWeissJuarezdosSantosFlavinhaDardoVMAElieneCésarMahRodri
guesHumbertoPellizzaroMisticaCarolMartisAnaKarêninaDoloresFlorDidika
AlexsandraSiverisDanyDoraCarminaBuranaFátimaBatistaDamadaNoiteLuiz
RobertoBodsteinGabimetalinkinPatríciaFlorindoMartinsDeusaIndianaNita
LadyDaphneDamadaNoiteNalvaAprendizdePoetisaSandraCarvalhoKolemar
MoanVeraMartinsItajaíNarfEllianaAlvesAlineAlvesdeMedeirosFlaviaJúlia
RosasusGabimetalinkinMVILANOVAversãocincopontotrêsFlavinhaDauraBrasil
JanahAmandaZucaRodrigoAugustoApaixonadaHojeGorethiSilveiraAnaValéria
SessaAnaMelloCristianaLimaCrisPaixãoAlkiriaZaninhaFábioFabrícioFabretti
VaineDarteBullJoséAntônioSiqueiraMestradoterrorLandellMonalizaVallEsson
droJunielFREAKYkeJullieNalvaAlexThunderCristinaMirandaPaixãoGomesNáhi
KolemarRiosSandraCarvalhoACASAngelaSoeiroGrazielleSoaresJamaveiraNita
NaidhyAndersonBalbinotEllenFlamarionKappazAntônioCésarMeninadosContos


Devo dizer ainda que tenho muitos leitores que não são escritores e, portanto, não pertencem ao RECANTO DAS LETRAS.  Muitos deles comentam meus textos e assinam com seu nome, mas não têm vínculo com o site. A estes meu muito obrigado pelo carinho e receptividade aos meus textos. Agradeço a todos que têm me incentivado e dado o seu acolhimento aos meus devaneios literários. Sou feliz por ter feito muitas amizades neste sítio e aqui pretendo prosseguir minha jornada em busca de deixar palavras que carreguem idéias, expressem sentimentos, produzam reflexão. MUITO OBRIGADO!
Alex Guima
Enviado por Alex Guima em 03/07/2006
Reeditado em 03/07/2006
Código do texto: T186595
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Guima
Eunápolis - Bahia - Brasil, 43 anos
177 textos (112809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:46)
Alex Guima