Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTA VIDA DE SOLDADO

Diz-me lá como te chamas?
Disse para mim um Tenente
Em que terra foste nascido?
Como se chama a tua gente ?

Minha terra senhor Tenente
É do melhor que pode haver
Lá deixei os meus pais
Por mim, decerto a sofrer

Então deram-me um papel
Que li sem entendimento
Era a nova ordem
Companhia de regimento

Ao primeiro Sargento
Que me fui apresentar
Mandou-me cortar o cabelo
Para depois o banho tomar

Depois do banho tomar
Nem me disseram mais nada
Fui logo limpar ervas
Para o canteiro da parada

Depois do dia seguinte
Já tocou a instrução
Sentido direito, esquerdo
Ensinou-me um Capitão

Esquerdo, direito, voltar
E dar um passo em frente
Tudo isto eu aprendi
No meio de tanta gente

Nesta vida amargurada
Andamos sem um tostão
A gente não ganha nada
Que tristeza e solidão

Depois de começar a instrução
Aprendemos também a marcar passo
E a fazer o manejo das armas
Com todo o desembaraço

Naquele primeiro dia
Andamos muito comovidos
Olhávamos uns para os outros
Todos éramos desconhecidos

No tempo que eu passeava
Ainda me resta solidão
Agora sou soldado
E ando de espingarda na mão

Faço a cama a brincar
À paisana nunca fiz
Quando um dia me casar
Minha mulher será feliz

Tenho silêncio às 9.30
E mais não posso falar
Se assim não proceder
Logo me vão castigar

Se falo tenho castigo
Se não falo sou castigado
Não sei como hei-de viver
Nesta vida de soldado

Ainda me sinto feliz
Além de não comer nada
O destino assim o quis
Que vida amargurada

Mas vamos falar do rancho
Que é coisa engraçada
O arroz para cimento
Para fazer placa armada

Comemos massa e grão de bico
Com o nabo misturado
Que fome a gente passa
Triste vida de soldado

As batatas mal cozidas
As cenouras com raiz
Tripa de vaca dobrada
Água do chafariz !





Esta quadra é uma homenagem ao meu irmão que esteve na tropa há mais de vinte anos
paula francisco
Enviado por paula francisco em 02/10/2006
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T254531
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
paula francisco
Portugal
50 textos (7145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:14)