CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

CELEBRAÇÃO DE BODAS DE PRATA


         Hoje estamos aqui reunidos com o casal Alceonira e Carlos para comemoração festiva dos seus 25 anos de união conjugal, juntamente com filhos, familiares e amigos. Parabéns e vocês merecem os dons concedidos por Deus durante essa convivência. Este casal foi, é, e será abençoado pelo Deus Pai.

         Só, sob as bênçãos de Deus, num perfeito entendimento das forças universais, é que um casal pode conseguir festejar suas Bodas de Prata. Faz-se até acreditar, romanticamente, que o Amor entre eles já tenha sido escrito nas estrelas, há milhões de ano!

         Sim, é preciso a luz e sabedoria divina no dia a dia, para conduzir os cônjuges numa mesma estrada, compartilhando entre si os ideais comuns, enchendo-os do verdadeiro amor, aquele que cresce e nunca diminui.

         Os dois formam um verdadeiro casal sem que eu diga que seja um par perfeito. Pois para mim, Deus ao criar o homem e a mulher formou um casal e não um par. criou diferenças... para que pelo amor se aprendesse a conviver com as diferenças. Assim, Alceonira e Carlos formam um casal que se uniu com diferenças e, não por serem iguais, como qualquer um objeto na formação de um par. Eis aí, o milagre do Amor, onde as diferenças de cada um, criadas por Deus, unem-se, no respeito à individualidade própria fazendo o diferencial numa harmonia duradoura entre o casal.

         Os anos passaram por eles, mas o amor não passou! O amor quando verdadeiro, sublime e divino, não termina, tende é a crescer e acompanhar o casal.

         Eles se conheceram na adolescência... aprofundaram o conhecimento mútuo descobrindo que um, completava o outro, ou a si próprio...perceberam as diferenças...mais tarde, uniram-se...iluminados por Deus...fortificaram-se no amor...entendendo que nas diferenças estava a força da união...aceitaram-se mutuamente fazendo da paciência e tolerância o suporte para o crescimento de um sentimento divino, dentro de uma sintonia perfeita com que estivessem sempre, por longos anos , de mãos dadas e corações unidos em todos os momentos da vida.Ainda sentem aquela sensação gostosa de poder sob os olhares de um para o outro, ou de um cochicho ao pé do ouvido, na quietude de uma noite apaixonante ou mesmo no meio de uma multidão barulhenta, dizer ou ouvir a bela frase: “Eu te amo! Eu gosto de ti, hoje, mais que ontem”.

       Só quem ama verdadeiramente pode ter essa sensação de dar e receber, tendo encontrado o segredo de conviver bem.
      Que Deus continue a abençoar o casal!
      Só o Amor constroe!
                                                                                            Parnaíba, 28 de julho de 2010
Texto da autoria de:
Yeda de Moraes Souza Machado
Membro da APAL / Academia Parnaibana de Letras
Ocupante da cadeira Nº 33

yedamsm
Enviado por yedamsm em 19/10/2010
Código do texto: T2566985

Comentários

Sobre a autora
yedamsm
Parnaíba - Piauí - Brasil, 75 anos
228 textos (19300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/14 13:57)