Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESPOSTAS AOS MEUS AMIGOS



Sobre meu desabafo no poema 
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=282142
 gostaria de agradecer a solidariedade recebida e agradecer a cada um .


04/11/2006 20h35 - Kathleen ML
Malu, essas "puxadas-de-tapete" por aqui estão acontecendo mais do que poderia se esperar. Agravante: final do ano chegando, as pessoas se tornam mais sensíveis, suceptíveis, magoam-se sem que haja motivo real, e devolvem tudo isso em BOMBA!__Uma vez pensei uma bobagem, mas uso pra mim como imagem, até já fiz um poetrix com essa "criação": se puxam meu tapete é porque ele á persa! Tapete feito de saco ninguém quer. Pense nisso.__Nada me chegou sobre vc. Tb não conheço ( acho que não...)essa "quadrilha recantual do terror", da qual se fala. De minha parte, vc sabe que quando não gosto de algo, digo diretamente. Ninguém precisa falar por mim.__Escreva seus poemas, cuide da sua saúde, não colecione nenhuma mágoa. Bobagens o vento leva na 1ª lufada!__Beijo. Se precisar, estou às ordens. Kathleen ML

Kathleen: Não acredito que haja uma “quadrilha recantual do terror”, mas sim idivíduos isolados que tentam de todas as maneias o “boicote”.Você está certa, colecionar mágoas não leva a nada, pois vou passar uma esponja áspera nos tais indivíduos, e caminhar adiante.Obrigada pela tua presença. Beijos. Malu


04/11/2006 19h33 - Cida Peres
Penso assim: Não importo que fale...encanto falam estão mostrando que ainda se lembram de mim. Seja o que for, liga não viu? Meu carinho para você amiga. Bj da Cida.

Cida: Não gosto de ter que sofrer desnecessariamente, chega o que já tenho que passar obrigatoriamente. Mas, não vou ligar não, vou aceitar teu conselho de boa amiga, e seguir, pois o que importa são os verdadeiros amigos. Obrigada minha linda, pela solidariedade. Beijos . Malu


04/11/2006 19h16 - Regina Lyra
Malu querida, poetAmiga, o que aconteceu? Deixa para lá aqueles que não gostam de paz. Beijos, Rê

Regina: ….e a “coisa “ se repete, acredito que minha fragilidade é maior do que eu penso, e certas coisas doem muito na alma. Passou RÊ, e de agora em diante não voltarei aos meus lamentos, deletarei do coração, quem não quer ser amigo que não seja, e paciência .Beijos. Obrigada pelas tuas palavras. Malu


04/11/2006 18h40 - Cleide Yamamoto
Minha grande amiga, eu já senti na pele essa puxada de tapete, como bem sabes. E te digo; A cada vez que o tapete te puxarem, haverá amigos sinceros e que te querem bem, que irão ampará-la não permitindo que caia ao chão, é nesse carinho que te sentirás forte. Deixo-te uma frase minha que foi criada quando tal acontecimento me atingiu. "A Inveja é o buraco negro onde se esconde o menor dos seres humano." Beijo, minha doce amiga, com muito carinho no teu coração e na tua linda alma. Cleide


Cleide minha amiga de longos “Carnavais”, para você é fácil imaginar que estou sendo vítima, para outros sou uma chorona qualquer, mas sigo teu conselho, vou ficar com os amigos sinceros e deixar alguns”elementos” a deriva, neste buraco que indicaste. Obrigada minha querida, que eu possa sempre contar contigo. Beijos . Malu

04/11/2006 18h37 - Camila
Malu, estou te desconhecendo, és nobre demais para te preocures com coisas assim. Malu, eu não desperdiçaria palavras sobre este assunto. As pessoas te conhecem e te estimam pela delicadeza dos teus textos e pela maneira como tratas a todos. Tu és o bebezão dos poetas e poetizas do Recanto. Som na caixa aí! Curte a noite e depois faz uma poesia linda; assim como o teu coração. Beijo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Camila, você é flor, e não sente cheiros ocres. Não se preocupe, já me dei conta que estou sendo infantil , pois com certeza tenho um coração melhor que os ditos “elementos” que aliás para mim passaram a ser figurantes sem importância. Vou pensar numa linda poesia, para alegrar minha alma e a todos que gostam de mim. Te agradeço a presença e o comentário.


04/11/2006 18h21 - Ledalge
Malu,infelizmente em todo lugar existem pessoas do bem e as do mal.Você tem demonstrado ser uma pessoa bem quista por tanta gente, pela sua integridade, amizade e valor, portanto se alguém tentar te ferir com um punhal, devolva-lhe pétalas de rosas...assim o ser dito humano perderá o fel.Um beijão, te gosto demais.Linda catarinense.Núria


Núria: Olá Paranaguense , logo estarei por aí.Tens razão em todos os lugares tem joio e o trigo, há que saber separá-los. Meu erro foi aí Núria, misturei tudo, mas já estou fazendo a separação. Quanto as pétalas de rosas , reservo mesmo aos amigos .Obrigada por tua presença é um conforto. Beijos. Malu

04/11/2006 18h08 - Marie Jeanne Sermoud
Pois é Malu, eu nunca fui vítima dessa turminha do mal que habita o Recanto, porém vou acabar me retirando daqui, por não querer conviver nem virtualmente com essa espécie de gente sabe?? Ninguém precisa disso não, afinal de contas existem os blogs... Beijos


Marie Jeanne: Nem me fales em sair.Não saio eu que fui descriminada, sai você porquê?Porque tu és melhor que a maioria? podes ter teu Blog, mas sabes que a interação num site é melhor…já sei…vais me dizer que isso é que gera atritos…e é, mas alguns precisam levar ferroadas para crescerem.. Agradeço , pela solidariedade, pelas palavras , pelo teu bondoso coração. Beijos . Malu

04/11/2006 18h05 - fernanda araujo
Grande Malu, continue a escrever seus lindos poemas. Sua maneira de escrever, carinhosamente, traz alento para muitos de nós. Fico feliz em saber que em breve você estará mais perto de nós. Um grande abraço cá de Minas. Fernanda

Fernanda : “Minha amiga de fé , minha irmã camarada” Não ligues para as minhas coisitas que pregam peças ao meu coração, cuida de ti, que tens motivos reais, os meus ainda são virtuais…posso deletá-los Obrigada por se mostrar mais uma vez companheira!Beijos. Malu- Logo estarei por aí.

04/11/2006 18h02 - Rodrigo Vinicius da Silva
BEM JA NOS SENTIMOS ASSIM! EXISTE PESSOAS QUE AINDA ESTÃO DE OLHOS VENDADOS! ESCREVEU MUITO BEM! PARABÉNS! BEIJOS EM SEU CORAÇÃO E ATE BREVE =] ES UM ANJO QUE BRILHA COMO ESTRELA NA VIDA =]

Rodrigo: Também acredito que acha pessoas com olhos vendados, mas não serão eles que me farão deixar de aqui estar, são pessoas como você, e todos os outros amigos que me atraem feito imã.Obrigada poeta bom contar contigo.

06/11/2006 09h03 - GIRASSOL SILVESTRE
BOM DIA MALÚ. DESCONHEÇO AS RAZÕES DE TANTAS PALAVRAS CERCADAS DE MÃGOAS, MAS QUERO DEIXAR AQUI MEU CARINHO. DE VOCÊ SEMPRE RECEBI PALAVRAS DOCES EM SEUS COMENTÁRIOS, QUE SÃO PARA MIM DE GRANDE VALOR. ESPERO QUE ESSA TEMPESTADE PASSE LOGO. FIQUE COM DEUS E UM GRANDE BEIJO DE TUA AMIGA EM POESIA. ZIZA

Ziza: As razões poderia nomeá-las, não o faço para preservar o Recanto, mas o farei por email para ti.Sei que é difícil a gente ver um companheiro se lastimar, creia, és sol e como tal já me iluminaste, passei tinta negra por cima, e vou seguir adiante, quer uns gostem outros não. Beijos. Malu

06/11/2006 06h48 - florzinha
Oi meu anjinho de luz, meu coração ficou preocupado com tudo que escreveste,no entanto não se aflija, pois quem na vida não já passou por situação idêntica? Sempre existem " pessoas " que nos puxam o tapete sem importarem-se com o sofrimento e a decepção que estão causando, mas tudo isso acontece na vida de quem ainda não aprendeu o verdadeiro sentido do que é AMOR e AMAR. Só sei que te adoro, e que já habitas meu coração faz tempooooooooo... Te amo muito anjo, e obrigada por tuas mãos sempre abertas à me acolher e me apoiar. Cheirinhossssssssssss... florzinha


Olá Florzinha: Por seres tão boa, tão cheia de luz, não vês as trevas que existem e aproveitam para aparecer aos mais fracos.Teu comentário é uma prova inequívoca de amizade e sinceridade. Me comoveu, e deu-me esperanças para continuar firme. Muito obrigada , pela solidariedade, por me quereres bem. Beijos . Malu


06/11/2006 04h07 - ErdoBastos
Oi Malu! Venho deixar-te um abraço de muita solidariedade, embora desconhecendo as razões que te movem a sentir-te assim. Nada pior que esta sensação de exclusão, e no teu caso especificamente, nada mais injusto e impróprio. Nestes tantos meses que tenho a honra de "conviver" contigo aqui no Recanto, só recebi de ti coisas boas e positivas. Você é pessoa pra ser incluída, isto sim, e é com muita honra e com muito carinho que te incluo sim, entre as pessoas por mim queridas aqui no Recanto. Coloco-me amigavelmente ao teu dispor, sempre. E não poderia deixar de dizer, que mesmo sobre tema tão áspero, ainda assim há que se ressaltar a beleza da forma do texto que escreveste com teu talento já de todos nós aqui conhecido e reconhecido. Um grande e solidário abraço, Malu. Obrigado. ErdoBastos

ERDO: Perdão pelos meus lamentos. Não era intenção preocupar-te.Só que existem certas cois que magoam, e uma necessidade interior de colocar tudo para fora.Você é uma pessoa excepcional, de ti também só recebi afeto, boas palavras bons conselhos.Fico feliz de saber que posso contar contigo, o que importa é isso, conservar as boas amizades, embora virtuais, elas preenchem o coração.Obrigada pela solidariedade, espero que jamais aconteça contigo. Beijos. Malu

06/11/2006 02h06 - Luguerreira
Corrigindo um errinho do comentário anterior: Amiga Malu é lamentável que ainda se encontre pessoas desse nível mais se estão incomodados com tua presença, que se mudem, pois você veio para ficar! Bitocas e Luz!


Lu : Sim é lamentável, mas já pensei melhor, e saberei separar melhor as pessoas, mesmo no virtual, você sabe quando a “propaganda” é contra, pois o mundinho da Net é pequeno.Ficarei por aqui, e você tem razão, os incomodados que se mudem.Gracias pela gentileza das palavras. Beijos . Malu

05/11/2006 22h35 - WFONSECA
Olá Poetisa! Li atentamente o seu escrito, acho um absurdo que possa ter pessoas que agem desta forma. Não consigo sequer conceber, um verdadeiro POETA, discriminar, ou fazer críticas, a quem quer seja, especialmente, tratando de uma pessoa maravilhosa como você. O que entendo, que só possa partir de pessoas recalcadas, que provavelmente, nem saiba o que é poesia, nem deveria estar compartilhando conosco neste site, Em nome da poesia, peço-te, que não leves em consideração qualquer desabafo recalcado de alguém, que tenta afastar daqui, os verdadeiros e legítimos POETAS. Que Deus em sua bondade infinita continue iluminando teu caminho, e te inspirando a escrever, e a quem tenha tentado te ofender, que Deus tenha compaixão. Grande beijo em seu coração.

Fonseca: Olá meu amigo, pois é, num lugar de cultura isso não devia existir, pior é que existem.Sei que são pessoas de má índole, porque jamais fiz algo de mal a elas. Não vou me preocupar, vou me concentrar em pessoas como você, que merecem meu carinho , minha afeição, pois é recíproco. Fiquei aborrecidamas já passou, peso que a leviandade não pode ser levada demais a sério, senão quem se prejudica é a gente.Muito bom, ter-te ao meu lado dando apoio.Beijos.Malu

05/11/2006 20h08 - Dionisio Teles
Fraqueza, minha cara poetisa... fraqueza... realmente se fossem corajosos, dariam a cara para bater. Mas, olha: e vc liga para isso? Manda as sua poesias e outros textos para nos enlevar e divertir e mande o resto para a puta que o pariu. Beijão, Dionísio

Olá poeta Dionísio: Cara para bater? Usam máscaras Dionísio, mácaram-se de bonzinhos, até mostrarem as garras, esperam um momento de fragilidade, urubus em cima da carniça.Não sei porque comigo, estou no meu canto quieta, vai que comentei alguém , e esse alguém se sentiu ofendido por tão pequena poetisa se meter no pedaço dele(a)? Tudo bem, cuidarei para que isso não aconteça mais.Obrigada amigo, por estares comigo nesta hora.Beijos.Malu

05/11/2006 17h12 - Daura Brasil
Malu, uma alma poeta tão harmoniosa e transparente, incomoda alguns que não alcançam tal beleza! Com admiração, beijos, Daura.

Daura: Muito obrigada, tuas palavras de enlevo, ajudam a esquecer as palvras depreciativas, mas continuarei, quem se incomodar, que mude de lugar.Beijos e obrigada pela compreensão.

05/11/2006 14h01 - Rosa Pena
Menina ...... que poesia realista e forte.. que máximo..... que show.. e a foto também.. beijos minha querida..rosa

Rosa: Realista até demais.Doeu na carne e no peito.O Show tem que continuar não é? Pois vai continuar, só que sem alguns mascarados, só isso.Beijos minha flor. Malu

05/11/2006 12h49 - Evaldo
Querida Malu, ligue não, você é muito querida. Beijos e um dia bem lindo e suave.

Evaldo: É bem isso, já desliguei, espero que se “desliguem de mim”, obrigada pela compreensão e carinho, voltarei brevemente às minhas poesias. Beijos . Malu

05/11/2006 12h27 - Ana Valéria Sessa
Malu, acho que muita gente aqui já passou por isso. Estamos numa área virtual, mas ainda assim é uma pequena aldeia, em que todos os representantes de uma sociedade real aparecem. Aqueles que vem para ajudar, para trazer uma palavra que vem como um bálsamo, aqueles que nos fazem críticas construtivas. São pessoas bem resolvidas consigo mesmas mas, tem aqueles que fizeram do micro um lugar para se auto-afirmar, uma fulga, um veículo para largar suas neuras e de forma covarde. Apenas te digo isso, amiga: ignore solenemente, delete. Não deixe que os fantasmas da internet minem a sua energia que sei, é maravilhosa! Eu brinco com o Rogério e suas poesias lúgubres - dizemos que há um monte de fantasmas catacúmbicos e sombriáticos, sem vida própria para viver...rs esses ficam rondando nossas escrivaninhas. Pendure um colar de alho, perto do micro....(risos). Não dê ouvidos ! São pessoas confusas e infelizes. A entrevista, é sobre um livro ótimo de um super escritor que tem uma oficina literária. Compre que é muito bom ! muita responsabilidade com prazer. A Alessandra viu um recital com ele. Ela fala disso no comentário. A fonte está lá, é só pegar o nome. beijos com muita luz, Valéria


Ana Valéria : Teu comentário me fez pensar muito Ignorarei solenemente, pois não serão esses fantasmas que ocuparão minha cabeça. Em vez de alho serve arruda? Os sombriáticos desaparecem? Vou fazer a tentaiva, mas saiba desde já que não mais me deixarei me levar pelas neuras desses psicótico(a)s.Sou valente, vou em frente! Obrigada Ana, um prazer ter-te comigo. eijos . Malu


05/11/2006 11h52 - Juli
Linda manhã! Li uma reflexão de Chico Xavier q fala sobre o presente.Ele com sabedoria questiona, q se não recebermos o "presente" quem ficará com ele? Te gosto! Bj poesia


Juli: Obrigada pela reflexão.É verdade, balizarei meus atos tendo isso em mente.Te agradeço por estares presente. Beijos . Malu

05/11/2006 09h55 - anderson fabiano
passei para matar saudade e encontrei um pedacinho da minha hstória, em suas letras. quer saber? faça pose de besta, levante bem alto esse seu nariz catarinense e siga em frente: seus amigos vão contigo. meu carinho anderson fabiano

Anderson: Olha só , alguém que suportou calado. Acho que sou pamonha mesmo! Não sei ser besta, não é do meu feitio , sou daquelas idiotas que saem contando tudo a todos, achando que todos são bons, depois leva a paulada …daí chora…mas penso que desta vez aprendi a lição.Obrigada de coração Anderson. Beijos . Malu

05/11/2006 08h59 - Sunny SL
Maria de Lurdes, voce deve ter feito este poema para os nossos amigos que tanto tem sofrido com agressões sem sentido... eu fico extremamente triste com pessoas assim, ninguém tem o direito de falar mal do outro. Se não gostar, ficar calado é a melhor atitude. É respeitar o outro como ser humano. Te amo, Sunny

Sunny querida: A realidade foi comigo mesmo.Mas a tristeza que no meu coração havia se instalado , dissipou-se, com esses comentários, isso mostrou-me que não estou só, que quem não me quiser, que fique bem longe. Obrigada minha amiga, gosto muito de ti. Beijos . Malu

04/11/2006 22h34 - Volnei Rijo Braga
querida Malu, por onde quer que nós andamos, nós sempre vamos encontrar este tipo de gente, se é que podemos chama-los de gente, mas o ciume e a inveja quando menos se espera eles se fazem presente, nos magoando sem ao menos dizer porque o mundo tem que ser assim, eu adoro sua poesia e adoro você, pois num dos meus momentos mais ruins na minha vida você me estendeu a mão e confiou em mim, e tudo aquilo que ferir você, podes ter certeza doi em mim tambem... volnei


Volnei: Quase chorei quando li teu comentário.Você e Angela Lara é que para cá me trouxeram.Vonei se eu te dei uma mão, agora me estendeste as duas e eu jamais esquecerei.Mas não se sinta ferido, vamos encarar isso como paranóia de alguns, que descarregam aqui seus egos mal resolvidos. Beijos e obrigada por mais uma vez estares comigo. Beijos. Malu

04/11/2006 20h39 - Jotabe
Infelizmente a inveja, a puxada de tapete e outras pobrezas de espírito, encontram-se em todos os lugares e ambientes, minha amiga. Podemos fazer muito pouco para combater isso, e você já deu uma excelente dica: "Não quero carregar mágoas", que em outras palavras significa: Ignoro a inveja, a puxada de tapete e os e-mails anônimos. Abraços de solidariedade.


Olá Jotabe: É bem isso que vou fazer, as fofocas, e os emails, vou ignorar, até porque são coisas de dois ou três elementos, que ainda não acharam o portal certo para derramar as suas bílis.Obrigada amigo, lisonjeada com teu apoio. Beijos. Malu


06/11/2006 14:08 - Carinhosa

Estou sem palavras amiga querida! Que tipo de "gente" é essa meu
Deus? Que sente prazer em ferir e magoar, que alegra-se por espalhar
maldade e boatos infundados?
Que critica por criticar e sente-se o dono da verdade??? Pessoas
assim não merecem que percas um minuto do teu precioso tempo!
Sabes quem és, sabemos tb! Uma pessoa rara que tem sempre uma palavra
de carinho e incentivo para todos, um ser iluminado. Talvez seja isso
que incomode... Beijos minha querida, e lembre-se: Podem até tentar
puxar teu tapete, mas jamais conseguirão. Cintia
 

Olá Cíntia: Não te impressione não, exitem gostos que não dá para entender, um deles é o de menospresar, mas você tem razão, meu tapete está colado ao chão, para derrubar, será difícil.Também Cíntia, em vez de eu me preocupar com graves problemas, fico aqui remoendo coisas de imbecís, é bom, assim aprendi a lição. Beijos. Malu

06/11/2006 14:00 - Ana Joaquina

Você está acima dessas coisas, que são tão pequenas perto da grandeza
da tua alma, insignificantes perto da beleza contida em teu coração...
Se aconteceu algo que te magoou... Esqueça, perdoe e releve...
Ouvi em uma palestra espírita a seguinte frase: "O mal que me faz
mal, não é aquele que o outro me faz, pois esse, eu aceito se quiser.
O mal que me faz mal é aquele que eu faço ao outro, pois esse, me
torna cada dia pior"... Faça uma reflexão e seja muito feliz! Beijos. 

Ana querida; Tens razão, é não dar muita importância, e fazer de conta que não existem, pois afinal a única prejudicada serei eu, se continuar a ficar magoada com vilanesas cometidas,Já disse aí em cima e repito, vou passar uma borracha e esquecer.Obrigada pela tua presença prestimosa.Beijos. Malu

06/11/2006 13:29 - Isabel Fontes

Não vale comentar o que já foi feito, comentado e escrito por ti.
Como sabes, sou muito lá dessas coisas e nem dou importância. Mas,
cada um de nós, seres humanos, somos diferentes, a nossa maneira de
estar na vida é diferente, e, ainda bem. O que me afecta a mim se
calhar a ti não e idem, por isso não me coloco na tua cadeira, apenas
sabes que podes contar comigo para TUDO! Não quero sar importãncia a
essas "coisas" pois não merecem. Alguma coisa liga, ok? Não me deixes
preocupada. Como tá a saúde, melhoraste? Mil de TUDO, Isa. 

Olá minha linda Bel: Como sempre não a leste mais a oeste....te vejo tomando banho de sol em algum farol no meio do atlântico.Você me faz rir, e por isso te adoro.Sei que o que me afeta, a ti, pode nada dizer.Fiquei magoada e triste com algumas pessoas que se escondem por trás de ares de grande reputação, mas já passou, vou tocar para a frente confiando em gente como tu. Beijos . Malu


06/11/2006 17:52 - Ka Mota

Interessante e bonito esse seu desabafo, mais esse tipo de gene, não
merece tamanha dedicação de suas palavras. Essas pessoas podem ser
esquecidas, qdo vc olhar ao seu redor, e ver tantas outras pessoas q
te acolhem e querem teu bem. Vc é muito querida por mi, e por todas
as pessoas q deixam uma palavra de carinho e dedicação. Pense apenas
nas boas, as más n precisam de pensamentos bons, pois crescem com a
desgraça dos outros. beijossssssssss carinhosossssssssss nesse
coração. 


Ka Mota: Teu comentário me deixou emocionada.Muitas vezes saem mãos de socorro em pessoas que contactamos pouco, taí , descobri uma amiga, sempre temos que olhar o lado bom , e esse foi meu presente.Obrigada querida, daqui para frente só regarei as boas flores, as ervas daninhas deixarei de lado. Beijos. Malu

07/11/2006 10:51 - Paulo Sergio Medeiros Carneiro

Malu
Em um mundo virtual temos gênios ilhados cobertos de loucos por todos
os lados ou, loucos ilhados, cobertos por gênios de todos os lados.
Ah! Há também os imbecis, os terroristas, invejosos. Como também há
poetas e Poetas!
Continue escrevendo para nós que a apreciamos! 


Paulo Sérgio: Na verdade tenho pensado muito nestes dias sobre isso.Se estamos na chuva é para se molhar, bom ao menos vou me precaver com um guarda-chuvas.Obrigada pela gentileza das tuas palavras.Beijos.Malu

07/11/2006 10:32 - Rick Steindorfer

Da carruagem, os cavalos são o vital, o cocheiro a mente, o carro o
corpo e o passageiro o espírito. Por qual deles você deseja ser
conduzida? Carinho!    

ÓLa RicK .:"Na imaginação poética tanto podemos cavalgar um leão. como uma abelha"( Mário de Sá Carneiro), desde que o condutor tenha cérebro.Obrigada pela atenção.Beijos.Malu

08/11/2006 10:59 - InSaNnA

Oi de novo !!Lindo desabafo Malu...O seu tapete é persa e bem
preso...não existe força do mal que consiga tirá-lo..Vc tem alma
linda,tem alma de poeta..Deixe que os loucos bebam da sua própria
baba venenosa..rs..Beijinhos nessa alma lindona! 

InSaNnA: Depois de tantos comentários que muito agradeço, só posso te dizer menina
que já esqueci, coloquei um rastreador no computador(eu não, meu marido) e
vamos ver a tal coragem.Obrigada pela tua presença que muito me anima.Beijos. Malu

08/11/2006 11:12 - Iolanda Brazão

Malu querida a inveja, a falta de capacidade,criatividade e
imaginação leva pessoas a fazerem coisas que até Deus duvida.Nesta
hora a melhor resposta e o Silêncio.
LUZ, muita LUZ em seu caminho e assim vc possa continuar cada vez
mais com este seu brilho especial.
Lindo poema viu.

Beijokas querida. 

Iolanda: Olá querida, obrigad apor irradiares luz, infelizmente não sei silenciar, tenho que pôr para fora, nem que seja para aliviar meu espírito.Tua companhia me faz feliz.Beijos.Malu



08/11/2006 11:14 - Ana Karênina

Bom dia poeta! Que culpa tem você minha bela poetisa por ter este
talento inato..por ser lida..relida..admirada e respeitada??!! Acaso
tem você culpa de ter a enormidade de fãs de carteirinha "me incluo
no rol", que você tem? Que comentam e amam seus poemas pela beleza e
sabedoria que eles possuem? Você tem culpa no Cartório Moça..culpa
demais. Gastaria páginas e páginas enumerando tuas culpas. Mas serei
breve. Você Malu é excelente poetisa/pessoa..é de bem com a vida..é
sensível..tem a qualidade maior que é o caráter íntegro e limpo..e
ainda por cima é uma poetisa de primeira grandeza. Ante o exposto
acima..assim como você atrai beija-flores que vêm sorver as delicias
de teus poemas e mesmo dizer um "olá" por gostarem demais de
você..vêm também os abutres que não conhecendo finas iguarias..e não
tendo cabedal para o deleite..atacam sob o miserável e execrável
manto do anonimato para denegrir o indenegrível. Você não está só
nesta minha doce amiga..a peste grassa. Ignore e prossiga a vida com
teus bem tecidos..pois do coração..maviosos versos. Bebo desta fonte
inesgotável de belos escritos. Grande abraço/beijos desta amiga e
admiradora. 

Ana Karênina:Devo ter alguma culpa , mas já pedi que dissessem publicamente, porém calaram.Ana, não vou mais pensar nisso, foi um episódio ruim, terminou, juro para ti que não deixarei mais acontecer.Fui muito frágil, sai lamentando de cara, deveria ter armado a arapuca, pego o (a) pássaro mal.criado e o engaiolado de vez.Daqui para frente farei bem o  que dizes , ignorarei, e tocarei o barco para frente.Obrigada minha linda por te fazeres presente.Beijos.Malu


08/11/2006 11:48 - Rogério Silvério de Farias

Oi Malubarni, eu também já passei e passo ainda por isto. Já chegaram
a copiar e colar meu e-mails, pegando frases pra tentar envenenar
amigos internautas meus, e conseguiram, viu? Sem eu merecer, já perdi
amizades por causa de alguns canalhas aqui do RL. É que eu me dou bem
conversando com as mulheres, considero-as seres maravilhosamente
sensíveis e inteligentes, mas alguns machões aqui do RL, invejosos,
começam a inventar coisas a meu respeito pras minhas amigas e minha
amada aqui do RL. Continue escrevendo, e não faça como eu fiz uma
vez, que, deprimido deletei minha página por causa destes demônios
que só estão no RL pra destilar veneno. Voltei e só saio daqui se o
dono do site quiser. Força total pra ti. 

Rogério , muito obrigada: Sei bem pelo que andaste passando.Acredito Rogério que quem não reza o "Rosário" de certas pessoas ficam marcadas.Te digo: Tou me lixando.
E como dizes, vim para ficar, e só sairei também se o diretor do site me pedir, senão vão ter que me engolir, com as contas do Rosário e tudo.Amigo, foi muito bom ver-te aqui.

08/11/2006 16:00 - Regina Bertoccelli

Você é uma estrela que tem luz própria. Isso incomoda certas estralas
cadentes...ignore-as...
Beijosssssssss 

Regina: "Se todos fossem iguais a você que alegria viver", mas nem todos tem a tua alma, tua delicadeza de ser, importunam sim, mas a tecla DEL está funcionando, e estou fazendo isso: IGNORANDO-OS,Beijos.Malu



08/11/2006 21:58 - ZedioAlvarez

Isso é um absurdo. Inadmissível. Temos que ter respeito aos nossos
irmãos poetas.
Um Abraço fraterno


Zédio: Inadmissível, mas possível.Tem gente que jamais deveria pertencer a qual
quer grupo, pois não sabem lidar com seres humanos.Obrigada por estares presente . Beijos. Malu


09/11/2006 08:02 - Isa Costa

Olá minha querida,

fiquei admirada com tal crueldade, pensava que o recanto estava salvo
dessas maldades.

Força não se deixe abater.

Beijinhos

Isa Costa 


Isa: Queria que fosse mentira , mas foi verdade.Já passou, já retornei com meus poeminhas e como dizia Renato Aragão :" Tão com raiva?tirem as calças e pisem em cima" Já esqueci.Obrigada por ser minha amiga.Beijos.Malu

08/11/2006 21:57 - Maurélio Machado

Oi Malu, eu estive muito ausente do Recanto ultimamente, mas estou
contigo e não abro. Gente maldosa e invejosa sempre querem puxar o
nosso tapete.
Deixe prá lá, este pessoal insignificante está mordendo o próprio
rabo de invejas,rsss
Bjss
 

Maurélio , meu amigo e conterrâneo: Muito obrigada pelo apoio incondicional
só assim me sinto longe dos que me querem mal.Vou esquecer Maurélio, porque tudo nessa vida passa , e gente má também passa.Beijos. Malu



07/11/2006 17:50 - Akasha De Lioncourt

Malu, fixe o tapete nas bordas. Assim, quando alguém tentar puxá-lo,
vai encontrar resistência... não dê força para quem não sabe doar o
melhor de si ou talvez não tenha o que doar... cada um dá o que tem,
mas não precisamos necessariamente aceitar! Você é linda e merece
respeito, quem fugir a esse preceito não deve sequer receber atenção!
Beijos, Akasha
 

Akasha: Já fixei com super-bond, não vou tropeçar...Você está correta sobre preceitos , e é bem esta orientação que seguirei doravante.Já esqueci, ahá males que vem para o bem, e este foi um deles.Obrigada pela tua presença luz.Bjs.Malu






"QUEM NÃO SABE FAZER ALGUÉM FELIZ, RECOLHA_SE A SUA INSIGNIFICÂNCIA"
Malubarni
Enviado por Malubarni em 06/11/2006
Reeditado em 09/11/2006
Código do texto: T283657

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118367 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:40)
Malubarni