Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O orgulho do poeta...



Na minha poesia simples
Por vezes marcada na alma
Escrevo breves linhas do desabafo
Do que a minha alma sente e consente
Muitas vezes com lágrimas de sangue
Outras com lágrimas de grande alegria
Mas escrevo na minha forma simples
Sendo muitas vezes criticada pelos demais
Tem poetas que vestem a alma de orgulho
Consomem a vaidade e arrogância
Por vezes magoando os demais
Na sua simples escrita da sua vida.
Muitas vezes os poetas descrevem
com palavras simples e belas
todas as suas dores e alegrias
Como seus amores mal vividos
Mas pobre do poeta que se ilude
Que um dia será alguém reconhecido
Vive pobre, sonhando na sua fama
Que por vezes chega somente
Quando ele parte deste plano
Mas sua escrita essa fica
Gravada na alma e nos livros
Outras em rascunhos esquecidos
Num caixote guardado num sótão
Mas tem os poetas orgulhosos
Aqueles que nascem repletos
Sucessos e estrelas brilhando
Mas será poeta que brotaste
da tua alma a verdadeira poesia?
Talvez seja poesia enganosa
Juntando belas palavras a contexto
Mas alma dos pobres mortais
Jamais será tocada por ela...
Na poesia se exalta a dor
Perfuma o poeta de inspiração
A poesia só bem da alma
Quando o poeta consente...


 

Betimartins
Enviado por Betimartins em 30/08/2007
Código do texto: T630399

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97753 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:48)
Betimartins