Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

José do Patrocínio. O símbolo do movimento abolicionista.

José Carlos do Patrocínio foi jornalista, orador, publicista, político e romancista. Nasceu no dia 9 de outubro de 1853, na cidade fluminense de Campos. Portanto, em 9 do mês em curso, registraram-se 154 anos de nascimento desse notável escritor brasileiro. Era filho de uma escrava alforriada e do cônego João Monteiro. Aos 14 anos de idade, transferiu-se para o Rio de Janeiro tendo ingressado na Escola de Medicina, abandonando-a, pouco tempo depois, para tornar-se farmacêutico. Revelou-se como polemista, quando juntamente com alguns amigos, instituiu ”Os Ferrões”de sua propriedade. Figura simbólica do movimento abolicionista e das conquistas liberais, ficando o seu nome sempre ligado a essas duas fases da história do Brasil. Em 1887, ingressou na redação da “Gazeta de Notícias,”tendo escrito para este periódico, uma série de artigos de propaganda abolicionista. Ainda em 1887, fundou a “Cidade do Rio.”Seu imenso prestígio, no período final do império, decaiu após a proclamação da República, quando passou a lutar por um programa liberal, sendo então afastado da vida pública. Ocupou a cadeira  nº 21 da Academia Brasileira de Letras, de cuja fundação tomou parte. Como romancista escreveu as seguintes obras: Pedro Espanhol, Mota Coqueiro e os Retirantes. Traduziu “As Meninas Godin”, no ano de 1898 de autoria de Maurice Ordomneaux.
Eis o depoimento de Olavo Bilac a respeito de José do Patrocínio:
-“ Há homens que não podem desaparecer da vida, sem o abalo profundo e um desequilíbrio geral”.Sua morte ocorrida em 30 de janeiro de 1905, deixou consternada grande parte da sociedade brasileira, sem diferenciação de classe social. Aproximadamente 10000 pessoas acompanharam o féretro até a sua última morada.
Esta singela homenagem a esse gigante da causa abolicionista e escritor de qualidade sobejamente indiscutível, foi idealizada pela grande admiração e respeito que dispenso à sua memória e por considerá-lo um dos mais  nobres literatos.

Fonte:
Nova Enciclopédia de Biografias da Planalto Editorial Ltda.
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)
Enviado por Demarcy de Freitas Lobato (Em memória) em 12/10/2007
Reeditado em 12/10/2007
Código do texto: T691816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 76 anos
374 textos (108920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 02:51)
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)