Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRINTA ANOS


             Hoje tenho uma amiga que está sendo recebida por Balzac, deixando a inconseqüência inconseqüente dos vinte anos e entrando na inconseqüência madura dos trinta.
Nos trinta a criança que existe dentro da gente, fica mais velha, deve fazer uns sete anos. Já entende mais as coisas. Não coloca o dedo na tomada, não coloca grampos na boca. Assim é nos trinta, aquelas bebedeiras de varar a noite não são mais tão atrativas; virar copos de cerveja para ver quem agüenta mais ficou tão infantil; ficar, pegar não é mais o que queremos.
Aos trinta é mais gostoso ir ao bar, conversar mais e beber menos. A relação estável é melhor que vários relacionamentos. Beijar várias bocas para quê? É melhor só uma, uma boca que não só beije, mas que também converse. Queremos mãos que não só acariciem, mas que também afaguem.
Aos trinta começamos a priorizar a qualidade, ao invés da quantidade. O sexo agora não é contínuo, tem intervalos preenchidos com conversas, carinhos.
Aos trinta os colegas se vão, continuam caminhando com a gente somente os amigos.
Se a vida começa aos quarenta, nesses próximos 10 anos, que passarão rapidamente, estaremos nos preparando para nascer...

Parabéns Marla...
FMBARBOSA
Enviado por FMBARBOSA em 21/10/2007
Código do texto: T703965

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (FMBARBOSA). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FMBARBOSA
Brasília - Distrito Federal - Brasil
110 textos (11576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:02)