Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma vez mais.

Uma vez mais me aliviaste do calor das angústias infernais,
Uma vez mais sua voz soou como trombeta de querubim
Sempre mais e mais eu sei que és um porto seguro que me faltou um dia.
Sei que te busquei hoje como quem tateia no escuro e de repente encontra o interruptor. Me deste a mão e acendemos juntos mais uma vez essa luz tão vital que traz de volta á vida.
Meu amigo. Posso te chamar assim.
Meu fiel amigo que sabe meu nome, sabe onde doem minhas feridas, simplesmente porque prestou atenção na minha história.
Que te faço eu?! Agradeço, sorrio...e sei que te sentes feliz por ter sido uma vez mais meu vaga-lume.
Sigo meu caminho com você bem dentro do meu coração, e sei que está agora estendendo sua mão a um outro alguém.
Abençoado... Deus te guarde em tuas jornadas!
Voando Alto
Enviado por Voando Alto em 22/10/2007
Código do texto: T705075
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Voando Alto
Mirassol - São Paulo - Brasil, 43 anos
126 textos (5254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:54)
Voando Alto