Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
 
Chorei pelas as injustiças do ser humano
Senti o quanto o mundo em que vivemos
É cheio de maldade, existem muitas coisas a ser feita.
Analisei em poucos minutos o comportamento de um ser humano
Que não conhece ou não quer saber o valor de ser humano
 
Hoje chorei por um amigo, não pensei que um dia isso aconteceria.
Esta acontecendo uma mudança muito grande em meu comportamento
Hoje sei a dor de uma injustiça
Amei o meu próximo como nunca imaginei ser capaz
Foram lagrimas sinceras limpas sem maldade
 
Chorei pela a ignorância de quem não sabe amar alguém
E ao mesmo tempo senti pena da pessoa que ofendeu
Pois ela é muito pobre de sentimento
Na minha dor de solidariedade, prometi a mim mesma.
Ensinar a ele o que é a vida cercada de amigos
 
Desabafei com minha Mãe o meu dia
Senti nos olhos dela a compreensão isso me fez bem
Cada dia aprende mais com a vida e com a leitura
Que não devemos acusar o próximo sem conhecimento
Chorei cada lagrima sentida por um amigo que pouco conheço
 
Chorei e disse a ele o acontecido
Ele apenas me olhou e nada falou
Mais senti em seu olhar o agradecimento e a surpresa
Prometi a mim mesma ajudar a esclarecer alguém sofrido
Pois quem ofende às vezes é por falta de conhecimento
 
Silvenoi
Enviado por Silvenoi em 09/11/2007
Código do texto: T729473

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvenoi
Caxias - Maranhão - Brasil, 61 anos
66 textos (2506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 21:01)
Silvenoi