Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brincando, brincando...

Brincando, brincando... todos os dias estava perdendo/ganhando?, pelo menos uma hora a agradecer comentários e a fazer comentários... Qualquer dia, não tem volta (a dar)..., vou ter de voltar. Entretanto... o humor não será uma forma de amor, mas só com amor se fazem coisas bem feitas, brinquemos...
Recebi, escrevi e fico... esperando resposta:

Nunca li piada mais engraçada!!!!!!!!!!!! Por pouco não morro de rir! Vai ser idiota assim no inferno. Parabéns!
Enviado por dindinha em 31/01/2006 18:29
para o texto "piada"

Como não deu para perceber o teu humor, podes continuar a exercitá-lo...
Eu escrevo para tentar incentivar-te, mas as minhas piadas andam todas a piar... de fome?
Também as insulto e chamo de galinhas, o que não as atraí mas não deixa de me dar algum gozo... e sossego.
Não lhes dou grande confiança, agradeço o comentário.
F

{É bem verdade que só damos aquilo que os outros recebem, no Mural tentei responder/agradecer a uma amiga querida:

Então chegou de viagem, fez falta Coimbra, não deixe de avisar quem foi que ganhou a votação, beijos moço.
Enviado por paty em 26/01/2006 19:22
para o texto "fin(do)..."

Caros amigos/as, recantuais parceiros:
(Querida Paty, p’ti, minha inspiradora amiga, fica a informação pedida e o meu agradecimento por teres feito o pedido.)

É meu dever/prazer informar que ocorreram eleições - Domingo 21 de Janeiro - para a Presidência da República Portuguesa, tendo sido eleito 18º Presidente - da República desde 1910 - o Sr. Professor Cavaco Silva.
Sobre a minha "declaração de voto", leiam seguindo o endereço (http://www.recantodasletras.com.br/discursos/99076) onde pus esse título. Sobre a importância que dou aos cargos eleitos democraticamente, ou que resultam de eleições democráticas, chamo a atenção dum outro título: "Discurso do Ministro Brasileiro" da Educação (http://www.recantodasletras.com.br/discursos/96602).
Num universo de mais de 5 milhões de votantes, venceu por +/- 30000 votos além da metade de votos válidos (menos de 51%). Deste modo não houve lugar a segunda volta eleitoral, onde teria de concorrer com o candidato Manuel Alegre (+ de 24% dos votos) com uma candidatura sem apoio partidário. Um caso único, dizem, creio..., na democracia ocidental.
Recantuais saudações!}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 01/02/2006
Reeditado em 01/02/2006
Código do texto: T106929
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310469 leituras)
37 áudios (39564 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:52)
Francisco Coimbra