Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Álvares de Azevedo às avessas

É ela!É ela!
na varanda do pombal
com suas mãos tão singelas
amarrando o avental
Oh musa encantadora
tu despertas o fogo da paixão
com seu modelo de kombi
na beira do fogão
Oh deusa amada!
tu mereces minha adoração
colocarei-a na pedestal
como rainha do esfregão
No vestido há um bilhete
como desperta minha imaginação
o que será que contém nele?Será que é para mim?
Ahhh!É somente uma lista do Atacadão.
Oh não!Ela está de quatro!?
lá se foi minha doce ilusão
o que será que está acontecendo?
que susto! ela está só esfregando o chão.
Quando fico um segundo longe de ti
bate uma saudade avasaladora
e volto só para te apreciar
cantarolando com a vassoura.
Ruan Pina
Enviado por Ruan Pina em 07/02/2006
Código do texto: T108986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ruan Pina
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 33 anos
8 textos (1069 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:21)
Ruan Pina