Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

caso de caserna-A CONTINÊNCIA AO MINISTO DA GUERRA

O serviço no antigo Ministério da Guerra, hoje Quartel General do Comando Militar do Leste e de outras organizações militares, merecia atenção redobrada dos comandantes da guarda , e mais particularmente, por serem oficiais e não sargentos como nos corpos de tropa. A entrada do ministro era com todo o protocolo regulamentar a que tinha direito a mais alta autoridade do Exército. Um tenente novo é escalado para comandante da guarda. Depois de receber mil e uma recomendações  foi inteirar-se das normas escritas. Estudou, decorou e sentiu-se pronto. Um ponto crucial era a continência regulamentar da guarda ao Sr Ministro, pois este era exigente e não admitia o mínimo deslize. “Atenção a guarda: em continência ao Sr Ministro de Estado dos Negócios da Guerra e Estrangeiros, Apresentaaar Aaarmas! Olhar a direitaaa!”.
 A marcialidade do comando a ser dado, a empostação e altura da voz, tinham de ser impecáveis.
O nosso tenente sentia-se em condições de encarar aquele desafio. Afinal era rotina, diziam os mais antigos.
No dia, bastou encarar o quatro estrelas e emocionar-se.
“Atenção a guarda: Sentido- Ombrooo armas” comandou entusiasmado, mas esqueceu o resto e  mandou de primeira:
“Em continência aos negócios do ministro .....”.
Bom, apartir daí  é previsível o que lhe aconteceu.
FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 02/03/2006
Código do texto: T117713

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:39)
FLAVIO MPINTO