Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E se tivéssemos rabo?

Não, você não leu errado. Esta foi a pergunta que assombrou meus pensamentos naqueles momentos de “elaboração nada científica...” E se tivéssemos rabo? ... Sim, rabo: “1. Cauda (1 e 2). 2. Restr. Prolongamento da coluna vertebral de certos mamíferos;cauda”1 segundo o tão procurado Aurélio.
Reza a Teoria da Evolução que nossos primatas tinham rabos, mas como seria se este membro “meso-inferior” acompanhasse a evolução e enfeitasse nossos dias?
– Alguém já lhe disse que tens um rabo perfeito? Diria o galanteador.
– Menina! Você viu o rabo da Sicrana??? Duvido se é natural! Diria a fofoqueira invejosa.
Sim, porque imagino eu que como tudo no ser humano, iríamos torna-lo
objeto de vaidade.Coisas do tipo “Deixe seu rabo mais gracioso, aplique silicone!” ou “Agora chegou a nova Progressiva com Máscara de Chocolate para o seu rabo: alisa, hidrata e dá vida para o seu objeto de desejo!”Cremes para pêlo, luzes, balaiagem, “frufrus”, fitas e todo um  comércio voltado para o seu rabo!
Ah, e com certeza as dúvidas: fino ou grosso? Depilar ou não?Descolorir?Pintar?Quem sabe um corte diferente...Mas certamente há que devem estar pensando: - Só teríamos rabo e pronto!Não mudaria nada! Mas eu discordo!!Sim, porque como tudo nesta vida serve para eterna disputa “Vamos ver quem é o melhor”, o rabo seriatão importante quanto a bunda ou seios fartos, braços fortes, corpo esbelto...
Nas academias haveria exercícios específicos para manter a forma e o condicionamento do seu rabo.
- E aí cara?! Ta pegando quanto com o rabo?
- Pô, meu, to pegando uns 15 Kg...
- Caramba...
Nas ruas haveria os que preferissem arrastar que balançar. E algumas
religiões proibiriam mostra o rabo “assim, pra todo mundo”. Sem contar nas roupas que seriam adaptadas para o membro, pois do jeito que as coisas são, exibir os dotes “rabitícios” seria muito importante para o ego.
E os sem-rabo?Sim, assim como nascem pessoas sem perna, sem braço...poderiam ter aqueles que nascessem sem-rabo:
- Olha lá aquele moço, tadinho! Nasceu sem rabo!
Sim, estes seriam tratados como deficientes físicos, com direito carteirinha
e tudo!Aí teriam as próteses de rabo!
- Você viu o Fulano? Colocou rabo! Nossa, nem parece que é prótese!
E sem falar na etiqueta de como se portar com seu rabo:
- Ao andar, é de bom tom manter o rabo junto ao corpo e blá, blá, blá...
Sei que tudo não passa de “cultura inútil que um dia pode ser útil”, mas nessas horas de fértil imaginação é que aparecem algumas idéias bobas do tipo: “E se todos morressem hoje?” ou “E se eu ganhasse na mega?” ou até mesmo “ E se tivéssemos rabo?”.

1- AURÉLIO, Dicionário. Pág. 1441


Ps: Dedico este texto à minha irmã Carina,quem do nada  me fez esta pergunta, do qual originou-se o texto.
Amanda Ribeiro
Enviado por Amanda Ribeiro em 22/07/2006
Código do texto: T199465
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amanda Ribeiro
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
90 textos (8455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:37)
Amanda Ribeiro