Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ah...esse cansaço

Antigamente ônibus era paisagem
Hoje...ônibus pra mim é cama
E não é que o cansaço me pegou de jeito
A ponto de não conseguir mais definir a minha vida?
Sei que acordo cedo, que durmo no ônibus, que fico cansada,
durmo tarde,acordo e durmo no ônibus.
Tudo pelo simples fato de ter rendido-me ao governo.
Ops, há um erro aqui.
Quem trabalha pro governo não se cansa facilmente (porque na verdade eles não se cansam)e ganha bem...muito bem.
Vejamos então uma palavra melhor. Sistema.
Isso mesmo, rendi-me ao sistema e agora como ser assalariado me pergunto friamente...vale a pena?
a resposta é "claro que não" mas já que não tem outro jeito
O jeito é ir vivendo assim mesmo.
Antigamente encontrava com amigos, passeava pelo nada, sorria pro vento que não se cansava de levar-me a nenhum lugar...mesmo com todas minhas obrigações.
Hoje, não consigo cumprir com as minhas extra-obrigações.
Hoje o vento gelado me traz resfriado, tremo de frio e sou obrigada a me agasalhar.
A bem da verdade, todos os prós e contras da nossa vida resumem-se a isso.
A bem da verdade, eu tenho que dormir agora, pra acordar amanhã cedo e dormir no ônibus e voltar do trabalho dormindo no ônibus...até o dia que eu passar do ponto e for descer numa outra dimensão. Uma dimensão dessas que parecem impossíveis de se alcançar simplesmente pelo fato de sempre desembarcarmos antes...
Eu sei que isso não soa engraçado, e que não deveria ser tão sem graça. mas o objetivo não era bem esse,a bem da verdade não sei qual é (ou era) o objetivo.
Mas como sou péssima para classificar textos....vai em humor mesmo.
                          Eu

Andréa Nogueira
Enviado por Andréa Nogueira em 05/09/2006
Reeditado em 31/05/2007
Código do texto: T233619
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andréa Nogueira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
22 textos (603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:16)
Andréa Nogueira