Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um brasileiro nos states

Por ser um cara esquisito
Fui convidado para uma viagem espacial
O destino era a lua, topei na hora.
Arrumei minha mala peguei uma carona
No jatinho do Presidente
Cheguei nos states, fui até homenageado.
Mas um cara de preto metido a bacana
Disse-me, que eu não poderia ir,
Perguntei porque, ele me disse.
Que eu era um cara maluco,
E, tinha cheiro de vigarista.
E que os lunáticos eu ia enrolar
Eu lhe respondi que era bem intencionado
E que só queria ajudar, ele me disse te manda.
Que aqui não é teu lugar,
Então me da uma passagem, lhe respondi.
Botou-me porta fora sorriu e me disse
Vai senão a policia te pega e vais preso
Pois aqui tu não és ninguém, não tens passaporte.
Tu és clandestino neste pais
E agora Che, o que faço aqui, de bolsos vazios?
Fugindo da policia, e da imigração.
Procurando um incauto para lhe vender
A esplanada ou o jatinho
Que o nosso presidente suou para comprar.
Eu só quero voltar para o meu Brasil.
Onde se mete a mão no dinheiro da nação.
Ninguém vai preso, ninguém é ladrão.
É apenas um empréstimo, sem devolução.
Para evitar que o ladrão não se sinta cansado
Ou frustrado por devolver a grana que pegou
Emprestada para garantir, seu futuro!


.Volnei R Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 11/06/2005
Código do texto: T23857
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147453 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:05)
Volnei Rijo Braga