Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pianista

   Esta é a história de um pianista muito famoso cujo nome jamais cairá no esquecimento – exceto para mim, que no momento não me recordo. Na sua época não houve ninguém que o superasse nas teclas. Ele executava Mozart e Beethoven com uma perfeição que até mesmo os próprios compositores ficariam admirados. Suas execuções magistrais deixavam todos de queixo caído. Apesar de gostar muito de executar as obras Beethoven, a execução que mais lhe emocionou foi a de Lontrinha – seu cavalo que contraíra doença venérea com a égua de sua prima. Ele hesitou, mas teve que executá-lo, o pobre cavalinho já estava sofrendo demais!
Isto não importa. O que importa é que o pianista tinha uma particularidade que deixava todos boquiabertos: tinha 3 dedos em cada mão!
-- Como pode?! – diziam os espectadores.
-- Ele é mágico!
-- É impossível!
-- Qual será o seu segredo???
Este é o ponto. Nem mesmo os melhores pianistas de todos os tempos poderiam tocar certas composições com apenas 3 dedos em cada mão! O fato é que o reverenciavam em todos os lugares por onde passava. Tornou-se um exemplo de superação. Viajava mundo afora dando palestras explicando a alegria de viver quebrando tabus mesmo sendo diferente – como ele mesmo se identificava.
Sua vida foi tranqüila como a 5ª de Beethoven e simples como a sinfonia número 40 de Mozart. Foi indicado para receber o prêmio Nobel da paz por causa de seu carisma. No dia da recepção do prêmio, fizeram-lhe a pergunta que não queria calar, quer dizer, tentaram fazer a pergunta:
-- Senhor Tramela (lembrei! Este era seu nome), o senhor é tão renomado e respeitado por causa de sua habilidade no piano, embora com apenas 3 dedos em cada mão seja matemática e numericamente impossível executar algumas músicas, já que 6 dedos...
-- Não é impossível!!! – gritou o Tramela deixando todos assustados.
-- Então explique. Com 6 dedos não é matematicamente impossível... – disse o apresentador que estava lhe entregando o prêmio, um tanto constrangido.
-- Claro que é! – respondeu Tramela.
-- Mas então como é que...?
-- Simples. Eu nunca disse que tenho 6 dedos, eu disse que tenho 3 dedos em cada mão – depois de dizer isto ele tirou seu casaco, botou suas 4 mãos na mesa e falou: - 6 dedos...! Isto é matematicamente impossível!
Alexandre Vieira
Enviado por Alexandre Vieira em 02/10/2006
Código do texto: T254541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Vieira
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
3 textos (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:56)
Alexandre Vieira