Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caso de caserna- O REGULAMENTO DE CONTINÊNCIA DOS CABOS


O REGULAMENTO DE CONTINÊNCIA DOS CABOS

Existem militares que são verdadeiros “terrores “quando tiram serviço.
Não perdoam nada, anotam tudo e a todos sem a menor piedade, indo até contra o bom senso.
Pois aquele tenente era desses. Cobrava tudo e na hora desde uma simples continência. Até Parte dele, o que contam , havia dado.
Durante um serviço, foi ao rancho, mais para “torrar” e não para fiscalizar  e logo encontra dois cabos, tranqüilamente descascando batatas para o dia seguinte.
Logo foi cobrando os sinais de respeito, era o que mais fazia, e os dois cabos velhos nem lhe deram bola. Continuaram a descascar batatas e sequer levantaram a cabeça para cumprimentá-lo. Este, injuriado, já querendo prender os dois, perguntou porque não haviam prestado a continência a que o oficial tinha direito.
Um dos cabos, tranqüilamente, e sem dar a mínima ao exigente oficial respondeu:
“ O Sr não sabe que cabo velho não faz continência depois das 6 da tarde, tenente? “
E o oficial , que muito exigia, por certo não sabia deste detalhe do “Regulamento de  Continências  dos cabos”. Apanhado de surpresa, aceitou a desculpa esfarrapada dos cabos velhos e se foi.
FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 07/10/2006
Código do texto: T258925

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94094 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:01)
FLAVIO MPINTO