CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Quem colocou fogo em Roma?

 Senhor João Aricanduva operador de máquinas da pequena estação Ferroviária de Beira da Mata, cidadezinha do interior de Minas Gerais, aborda um cidadão, muito desolado, em um canto da estação com uma pequena valise nas mãos.  O mesmo cidadão que viu chegar dois dias antes a Beira da Mata, um pequeno aglomerado de casas,  com quatro mil habitantes, recém emancipada.
Senhor Aricanduva, sabendo se tratar o fulano de um inspetor de Educação vindo da capital para medir o nível de conhecimento dos alunos da educação municipal, visto o grande montante em verbas para o local destinado - pergunta por que o mesmo já retorna para a capital  e ouve do cidadão.
_ Ora senhor Aricanduva. Não é que ao desenvolver meus trabalhos, visitei a Escola Joaquim Nabuco e perguntei ao Joãozinho, que me foi indicado pela sua professora Dona Joaquina como o melhor aluno do colégio, em questão: - Joãozinho! Quem colocou fogo em Roma? e o melhor aluno da sala e do colégio me respondeu: - Eu não fui! Nunca coloquei fogo em nada, a não ser em minha "pipa" que já possuía alguns furos.
 Muito decepcionado, falei com a professora ao que ela me respondeu: -Senhor Inspetor, Joãozinho pertence a uma família boníssima, de muito crédito na cidade e, se ele falou que não foi ele - Eu acredito. Ele seria incapaz de mentir!
Fiquei, deveras, decepcionado e fui falar com o prefeito, como ele poderia me explicar o triste fato. Sendo prontamente atendido pela autoridade que me fez a seguinte afirmação: - Se Joãozinho disse que não foi ele e a dona Joaquina, professora, o ratificou, vai ser difícil descobrir. Eu também acho cá com os meus " butões" que não foi o Joãozinho, diz o prefeito, mas, se senhor tá achando que foi, pode por  preço que a prefeitura vai ressarcir o prejuízo.
Diante de tais fatos só me resta relatar o ocorrido e ir-me embora. Neste instante é interrompido pelo operador de máquina  que declara prontamente:
Se o prefeito diz  que não foi o Joãozinho, mas a Prefeitura vai  pagar. Pode o senhor receber que foi ele mesmo que colocou fogo aí neste lugar.
Receber ou não, eis a questão!
Mariana Quintanilha
Enviado por Mariana Quintanilha em 25/09/2013
Código do texto: T4497663
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Mariana Quintanilha
Borda da Mata - Minas Gerais - Brasil
18 textos (427 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/14 06:13)