Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Suicídio

Suicídio
maria da graça almeida

Vou cometer suicídio,
o meu pouco juízo
não me faz retroceder.
Minha unha está quebrada,
minha boca, mal pintada,
assim não posso viver!
Ponho o mais belo vestido,
tento meio comprimido,
cuspo, é ruim de descer!
Como bolo, chocolate,
bebo rum, menta e mate,
um jeito bom de morrer!
Enlaço com jeito a cintura,
no pescoço é tortura,
falta o ar e faz doer.
Pelos pulsos, que sujeira!
Se cortar for a maneira,
só nas mechas vou mexer.
Amanhece, ainda respiro,
quero de novo morrer!
Olho pro chão e suspiro:
-Assim que o cabelo crescer...

maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 13/09/2005
Reeditado em 30/10/2005
Código do texto: T50103
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:38)
maria da graça almeida